Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
1

Resenha #204: A Definição do Amor - Jorge Reis-Sá

TítuloA Definição do Amor
Autor:  Jorge Reis-Sá
Editora: Tordesilhas
Edição: 1
ISBN: 9788582353820
Gênero: Romance / Ficção
Ano: 2016
Páginas: 256
Adquira seu exemplar Aqui!

Adicione esse livro ao Skoob.

Avaliação: 




RESENHA


A Definição do Amor, escrito pelo autor português Jorge Reis-Sá, narra de forma epistolar seis meses (de maio a outubro) da vida de Francisco, um professor de filosofia do 2° ano e pai do menino Andre, que passam por um momento difícil.

Susana, sua mulher, com quem é casado há quatro anos, sofreu um acidente vascular cerebral e teve morte cerebral. Como se não bastasse o luto pela perda irreparável, Francisco toma conhecimento de que a esposa não só estava a gerar um bebê como continua a gerá-lo e que a criança pode ser o culpado pelo acidente. Daí se inicia a batalha para manter com vida aquele ser num corpo que já não mais tem dona.
Francisco, viúvo e com um filho, passa a contar os próximos passos dessa gravidez nada planejada e inusitada. Para ele é duro perder a esposa de uma forma tão abrupta, sendo que seu corpo ainda resiste como se dissesse "eu ainda estou aqui, lutando para me manter. Não desejo partir, não agora". Para reforçar esse argumento, ele pensa ser o bebê o culpado de tudo.

Em uma narrativa fina, o autor nos transporta para a realidade de um pai, que a princípio descrer na existência de um deus, mas vai aos poucos perdendo essa ideia e busca conforto nele. Seus anseios acerca da criança que esta pra nascer coloca em cheque seu amadurecimento quanto ser e seus questionamentos em torno de sua capacidade de educar sozinho mais uma criança que, nem leite materno terá, vai aos poucos ganhando espaço em seus dias.

O final da obra é extremamente desolador. O que o personagem sente é plausível e entendemos a sua dor a cada notícia que recebe do hospital, a preocupação com as feridas que se forma no corpo de sua esposa, se os medicamentos para manter aquele corpo não vão afetar o bebê e tudo o mais.
A definição do Amor, não traz uma definição conforme um dicionário Aurélio, mas para quem gosta de livros profundos, saberá encontrar nas entrelinhas o que de fato é amor, quando ele nasce, quando se torna incondicional e da mesma forma quando é apenas "fogo de palha". Nas "vésperas" é que encontramos a diversidade da palavra "amor", cartas de pessoas ligadas ao casal.

A edição da editora Tordesilhas está excelente. A começar por essa capa que remete ao refinamento da escrita do autor, seguindo da fonte em excelente tamanho em folhas amareladas que ajudam na agilidade da leitura e finalizando sem erros encontrados na revisão.  Ah, por falar nisso, a edição manteve sua escrita original, no português de Portugal, o que causa um certo estranhamento a principio, mas que logo se torna habitual.

Até logo,
Pedro Silva

Um comentário:

  1. Seu conteúdo é incrivel!
    Pode ter certeza que ganhou mais uma seguidora assídua!!!
    Não deixe de me fazer uma visitinha, seguir e deixar
    seu comentário que é de extrema importância <3
    Beijão, com um super carinho :3

    http://extraordinariamentepink.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!