Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
7

Resenha #159: Vamos Juntas? - Babi Souza


Lido em: Abril de 2016
Título: Vamos juntas?
Subtitulo: O guia da sororidade para todas
Autor: Babi Souza
Editora: Galera Record
Edição: 1
ISBN9788501107510
Gênero: Não ficção/Nacional
Ano: 2016
Páginas: 144

Adicione esse livro ao Skoob


Avaliação: 



RESENHA




Vamos Juntas? - O Guia da Sororidade Para Todas é um desdobramento da página do Facebook que leva o mesmo título. "Vamos Juntas?", antes de ser uma página é um movimento feminista criado pela jornalista Babi Souza, com o intuito de unir as mulheres e disseminar a sororidade entre elas. O termo, ainda é desconhecido no dicionário Aurélio, mas diz:


SO. RO. RI. DA. DE. Substantivo feminino
1. Grupo de irmãs.
2. Reunião entre mulheres que se reconhecem irmãs formando um grupo político e ético na luta pelo feminismo contemporâneo.
3. Essa coisa linda que tem acontecido aqui.

Muitas mulheres desconhecem o termo, principalmente porque não é muito usual e pouco difundido. A ideia central do movimento é que as mulheres não se vejam como rivais e que em uma situação de risco tentem se apegar uma à outra como forma de ajuda, afinal unidas conseguem ter mais poder. Se você está indo para algum lugar e outra mulher seguirá o mesmo caminho, porque não fortalecer indo juntas? Isso não é lindo?


O movimento em pouco tempo alcançou, em pouco tempo, milhares de pessoas e seguidores nas redes sociais, a partir de então, mulheres de idades distintas passaram a relatar seus casos e relações com o movimento: livramentos, ajuda oferecia, fuga de ciladas e mulheres atentas a sua volta. Relatos emocionantes que passaram a ser postados na página e que mostram a grandeza e força dessas mulheres.

O livro é formado pela visão da autora na construção do movimento e como ele surgiu. Em uma linguagem simples, ela não só se prontifica em mostrar o "Vamos Juntas?", o que é e para o que veio, mas tudo o que há por trás dele e que fizeram ser o que ele é hoje. 


O feminismo é explicado de uma forma bem didática e dinâmica, contribuindo para a formação e quebra de preconceitos daqueles que o enxerga com outros olhos ou de forma errada. A autora foca muito na questão de que elas querem a igualdade dos sexos, e não a sobreposição de um.

Não se trata de mais um livro sobre uma página de sucesso, e sim de um guia necessário em nossa sociedade em que os casos de violência à mulher são tão extremos. A sororidade pode ser para todas, mas este livrinho deve ser lido por todos para que haja uma maior conscientização e empoderamento.

Até logo,
Pedro Silva

7 comentários:

  1. Já tinha ouvido falar desse movimento, devido a grande repercussão que teve nas mídias sociais. Adorei a ideia do movimento Vamos Juntas? principalmente por vivemos nessa sociedade machista. É difícil compreender que ainda há pessoas que não acreditam no direito de igualdade entre os gêneros. Quero muito a leitura.

    ResponderExcluir
  2. Oi Pedro, tudo bem?
    Ainda não li o livro mas pelo que já dei uma olhada ele realmente deve ser lido por todos para ter um conhecimento melhor sobre o feminismo. A edição também é outro ponto positivo no livro pois está é belíssima

    ResponderExcluir
  3. Amando esse ''ressurgimento'' dos livros feministas, amei a autora ter criado um movimento que pode ser usado no nosso dia a dia, alem de criar uma pagina no facebook onde podemos compartilhar várias coisas, amei a diagramação do livro

    ResponderExcluir
  4. Eu estou louca pra ler esse livro, e também O papel de parede Amarelo, justamente por ser um livro que deixa o feminismo em maior evidência. Acho maravilhosa essa ideia do projeto da Babi e é lindo ver que a cada dia que passa o movimento cresce mais e mais.
    Gosto muito da ideia desse livro, pois muita gente confunde o feminismo com a misandria ou femismo, e é muito importante um livro como esse que explica as coisas de uma forma bem clara. E achei genial a ideia de colocar depoimentos de mulheres no livro, esse com certeza deveria ser uma leitura obrigatória. Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Ei Pedro!
    Ahh cara, eu fiquei muito curioso desde que recebi o livro. Achei a ideia legal. Mas vou admitir que a primeira vista já curti a edição. Infelizmente como ele não veio direto aqui para casa, não tive oportunidade de olhar ao fundo sobre o que era, mas fiquei na expectativa. Sua resenha é a primeira que leio e já vou aderir a leitura. Achei muito interessante, se não engrandecedora a leitura. Vou seguir seu conselho e conhecer, prometo.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá Pedro tudo bem?
    Livros como este sao de extrema importância na nossa sociedade, com o índice de violência contra a mulher em níveis alarmantes, livros como este caem como um luva para trazer informação de qualidade e quebrar preconceitos na atualidade. Eu cheguei a pensar que este fosse apenas mais um livro, mas a sua resenha me fez mudar de opinião e querer muito ler esta obra.

    Abraços, Carlos.

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Que lindo trabalho, tanto por esse livro que tem tudo para ser um sucesso, como também a pegada nas redes sociais. Um tema atual e importante, ainda mais tendo o depoimento verdadeiro de mulheres que estão vivenciando o fato. Obrigada por sua resenha e vou tentar conferir essa leitura, com certeza. Abraços.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!