Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
14

{Top 5+1} - Livros que serão adaptados e que talvez você desconheça

Olá, leitores.

O título da postagem de hoje é bem auto explicativo. Resolvi listar cinco livros que chegarão às telonas nos próximos meses e que talvez você não conheça, tentarei fugir ao máximo daqueles mais populares e que todos estão falando no momento para fazer jus a postagem diferentona.



1. O BGA - O Bom Gigante Amigo


Filme baseado na obra homônoma de Roald Dahl, um dos maiores nome da literatura infantil.  Já o livro foi publicado aqui pela Editora 34, confira a sinopse do livro para ter uma ideia melhor do que se trata:


Sofia era uma menina órfã que vivia em um orfanato. Uma noite, em plena Hora das Bruxas, ela é raptada por um gigante orelhudo que a descobriu espiando pela janela. Mas Sofia logo descobriu que ela não precisava ter medo daquele gigante, que era amigável e tinha como função soprar sonhos nas janelas das crianças.
Ao lado dele, ela bola um plano para acabar com os gigantes maus, que adoram devorar "serumanos". Um plano que envolve pesadelos terríveis e a rainha da Inglaterra.







O filme tem direção de Steven Spilberg e data de lançamento no país para 15 de setembro de 2016. Assista ao trailer:



2. Pastoral Americana


Pastoral Americana foi o livro que deu ao Phlip Roth, um dos grandes autores do século XX, o Prêmio Pulitzer de Ficção 1998. No Brasil o livro, assim como a obra do autor, é publicada pela editora Companhia das Letras.

O filme começou a ser rodado em setembro do último ano sob direção e também atuação de Ewan McGregor e ainda sem data de lançamento.


No estilo impetuoso e desbocado de Philip Roth, Pastoral americana narra os esforços de Seymour Levov para manter de pé um paraíso feito de enganos. Filho de imigrantes judeus que deram duro para subir na vida, Seymour tenta em vão comunicar um legado moral à terceira geração da família Levov. Esmagado entre duas épocas que não se entendem e desejam destruir-se mutuamente, Seymour se apega até o fim a crenças que se mostram cada vez mais irreais. A força de sua obstinação em defesa de uma causa perdida lhe confere um caráter ao mesmo tempo de heroísmo e desatino.

Para contar a história, Philip Roth ressuscita seu famoso alter ego, o romancista Nathan Zuckerman, herói e narrador dos romances Casei com um comunista e A marca humana. Na voz de Zuckerman, Seymour Levov assume a dimensão patética de um Adão obediente que um dia, sem entender por que, se vê expulso do paraíso.



3. A Luz Entre Oceanos 



A adaptação do romance de sucesso da australiana M. L. Stedman, começou a ser filmado no final de setembro na Nova Zelândia com direção de Derek Cianfrance. O filme tem estreia mundial marcada para 2 de setembro de 2016. Se você ficou interessado, livro foi publicado pela Editora Rocco em meados de 2013.


Romance de estreia da australiana M. L. Stedman, A luz entre oceanos alcançou as principais listas dos mais vendidos do mundo, incluindo o cobiçado ranking do The New York Times, onde permaneceu por mais de quatro meses. Escrito por uma advogada que aborda os limites da ética e os dilemas morais sob diferentes pontos de vista, o romance conta a história de Tom Sherbourne, faroleiro de uma ilha isolada na costa oeste da Austrália, e sua mulher, Isabel. Impedidos de ter filhos, a vida do casal sofre uma reviravolta quando um barco à deriva aporta na ilha. Publicado em 25 países, A luz entre oceanos é um livro emocionante sobre perdas trágicas e escolhas difíceis, sobre a maternidade e os limites do amor.




4. Os Filhos da Noite


Baseado na obra de Dennis Lehane, o filme tem previsão de lançamento para meados de 2017, sem data exata ainda e tem como diretor Ben Affleck. Confira a sinopse do livro publicado pela Companhia das Letras:


A Lei Seca fez brotar do chão uma vasta rede de destilarias subterrâneas, bares clandestinos, gângsteres e policiais corruptos. Há muito que Joe Coughlin, o filho mais novo de um proeminente capitão da polícia de Boston, deu as costas à sua criação rígida e severa. Dos pequenos delitos cometidos na infância, Joe agora desfruta com gosto de uma carreira no crime construída a soldo de um dos mais temidos mafiosos da cidade. 
A vida nas sombras, porém, costuma cobrar seu preço. Numa época em que homens impiedosos, munidos de dinheiro, bebida ilegal e armas, disputam pelo controle da cidade, não se pode confiar em ninguém - nem em família, amigos ou amores. Para além do dinheiro e do poder, e até das ameaças de prisão, um destino parece inevitável a homens como Joe: a morte prematura. Mas até que esse dia chegue, ele e os amigos parecem decididos a levar a vida até suas últimas consequências.
A jornada de Joe pelos escalões do crime organizado o levará de Boston e de seus bares tomados pelo jazz ao bairro latino de Tampa, e até às ruas efervescentes de Cuba. Os filhos da noite é um épico à maneira de Scarface e Os bons companheiros, repleto de traficantes, femmes fatales, amigos leais e inimigos implacáveis, todos lutando pela sobrevivência e por seu quinhão do sonho americano. Combinando uma história de amor e uma saga de vingança, Lehane traz à vida uma época em que o pecado era motivo de celebração e o vício era uma virtude nacional.

5 (+1). Um Holograma Para o Rei & O Círculo


Dave Eggers está com tudo. Terá não apenas um, mas dois livros adaptados. O primeiro deles é Um Holograma Para O Rei, filme que estreia em 2016 nos EUA.


Em uma próspera cidade da Arábia Saudita, longe da complicada realidade da recessão que assola os Estados Unidos, um empresário em apuros financeiros realiza uma última e desesperada tentativa de evitar a falência completa, pagar a caríssima faculdadeda filha e, talvez, fazer algo de bom e surpreendente com sua vida.

Em Um holograma para o rei, Dave Eggers nos conduz por uma viagem pelo outro lado do mundo e pela comovente e por vezes cômica jornada de um homem para manter a família unida e a vida nos eixos diante da crise que devasta todos como uma tempestade. Nesse deserto insólito, ele irá se deparar com uma estranha e fascinante galeria de personagens, gente vinda do mundo inteiro para cumprir todo tipo de ambição, como se convergissem para lá os pontos de uma realidade que parece se esfacelar. É nesse espelho quebrado de nacionalidades e aspirações que o protagonista tentará juntar os cacos de sua própria vida e recriar sua existência.
Não por acaso a prestigiosa crítica Michiko Kakutani chamou o romance de “A morte de um caixeiro-viajante globalizado”: a ideia de um povo construindo a imagem de um país, central ao grande romance americano, é invertida aqui pela noção de que este país está agora sendo reconstruído de fora. O protagonista que busca um contrato no deserto saudita para vencer os chineses é um símbolo poderoso dessa mudança, e ninguém mais hábil do que Eggers, um dos grandes prosadores contem-porâneos, para esmiuçar literariamente as ondas de choque que vêm transformando o mundo num ritmo tão vertiginoso.
Num romance carregado de tensão, Eggers realiza uma poderosa elegia aos tempos modernos, uma história não apenas sobre tempos atuais, mas um retrato tocante e sensível de como chegamos até aqui.
E o segundo livro se chama O Círculo, com data de lançamento programada ainda para este ano. O enredo foi classificado como distopia com uma critica as influencias do mundo digital em nossas vidas; exposição, história e democracia são alguns dos temas abordados. Um dos grandes destaques para essa adaptação será da atriz Emma Watson no papel da protagonista principal.  Assim como Um Holograma Para O Rei, O Círculo também foi publicado pela Companhia das Letras.


Encenado num futuro próximo indefinido, o engenhoso romance de Dave Eggers conta a história de Mae Holland, uma jovem profissional contratada para trabalhar na empresa de internet mais poderosa do mundo: O Círculo. Sediada num campus idílico na Califórnia, a companhia incorporou todas as empresas de tecnologia que conhecemos, conectando e-mail, mídias sociais, operações bancárias e sistemas de compras de cada usuário em um sistema operacional universal, que cria uma identidade on-line única em por consequência, uma nova era de civilidade e transparência.

Mae mal pode acreditar na sorte de fazer parte de um lugar assim. A modernidade do Círculo aparece tanto na sua arquitetura quanto nos escritórios aprazíveis e convidativos. Os entusiasmados membros da empresa convivem no campus também nas horas vagas, seja em festas e shows que duram a noite toda ou em campeonatos esportivos e brunches glamorosos. A vida fora do trabalho, porém, vai ficando cada vez mais esquecida, à medida que o papel de Mae no Círculo torna-se mais e mais importante.
O que começa como a trajetória entusiasmada da ambição e do idealismo de uma mulher logo se transforma em uma eletrizante trama de suspense que leva questões fundamentais sobre memória, história, privacidade, democracia e os limites do conhecimento humano.

O ano de 2016 estará repleto de novos filmes com roteiros baseados em livro e se fosse para listar todos iria ficar um post enorme, por isso tive que me limitar a esse número, mas se tem algum filme que queira falar,mencione aqui nos comentários para eu ficar sabendo. Ah, e não se esqueça de comentar, qual estás mais ansioso(a) para assistir?

Att,
Pedro Silva




14 comentários:

  1. ''Os filhos da noite'' melhor livro <3

    ResponderExcluir
  2. Só tem livro top que confesso que não conhecia, mas sei que vão ser ótimos filmes !
    Bjus*-*

    ResponderExcluir
  3. Realmente não conhecia nenhum desses livros, e não fiquei muito curiosa com eles também! Beijos.

    potato_purple.blogspot.com
    youtube.com/potatopurpleblog

    ResponderExcluir
  4. Nossa, eu realmente desconhecia todos estes livros! O Círculo foi o que mais me chamou atenção, achei a capa meio mortinha, mas a sinopse despertou minha curiosidade.

    Beijinhos e boa semana!

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia nenhum desses, mas também não me interessei por nenhum :/

    ResponderExcluir
  6. De fato não conhecia nenhum dos livros, acho que os filmes podem fazer com que os conheçamos mais! Ótima postagem, fiquei bem interessado neles. Abraços :)

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Adorei conhecer esses livros. São daqueles que com certeza eu veria o filme e só depois descobriria que é uma adaptação.
    Bjs

    EntreLinhas Fantásticas - SORTEIOS NO BLOG! PARTICIPE :)

    ResponderExcluir
  8. Realmente desconheço todos os livros citado e confesso que não me interessei pela maioria, talvez mude de opinião com o lançamento dos filmes. Entretanto, o que mais desejo é O Círculo.

    ResponderExcluir
  9. Só de ter O BGA a lista já ficou SUPER!! Tipo, adoro o Roald Dahl, ele é um escritor, apesar de sua "pegada" ser mais infantil. Para ser sincero é o único da lista que eu conheço, :x

    ResponderExcluir
  10. Nao conheço nenhum dos livros citados, fiquei curiosa por O BGA - O Bom Gigante Amigo!

    ResponderExcluir
  11. Realmente não conhecia nenhum dos livros, mas já tô apaixonada por "O BGA - O Bom Gigante Amigo" antes mesmo de ler. Amo literatura infantil e esse trailer da adaptação pro cinema com certeza contribuiu pra aumentar meu interesse.
    Ansiosa pra setembro!

    ResponderExcluir
  12. Oi Pedro, tudo bem?
    O Bom Gigante amigo era un livro no qual eu não conhecia e nem sabia que iria ter o filme. Vi o trailer e gostei muito. Espero poder conferi-lo no cinema.

    ResponderExcluir
  13. Isso que é informação! Não sabia e não conhecia nenhum desses. kkk

    ResponderExcluir
  14. Não conheço nenhum dos livros, mas OBG parece ser bem fofinho e legal.
    Vamos esperar as adaptações então!
    bjss

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!