Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
19

Resenha #62: Queria Ver Você Feliz - Adriana Falcão

Título: Queria Ver Você Feliz
Autora: Adriana Falcão
Edição: 1
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580576092
Ano: 2014
Páginas: 160


Adicione esse livro ao Skoob

Avaliação:   



Resenha

Queria Ver Você Feliz é um livro biográfico e vai nos contar a história dos pais da autora Adriana Falcão e de sua família. A ideia surgiu após ter sido encontrado um baú florido repleto de correspondências dos pais da autora que deu a instigação para registrá-las num livro repleto de sentimentalismo.

O livro é narrado em primeira pessoa por um ser misterioso que vocês conhecem muito bem e têm várias lembranças, sejam boas ou ruins. Sim, estou falando do Amor, o tão famoso sentimento que mexe com os corações das pessoas e, justamente por ser ele narrando, nos faz sentir que a história será uma fofura cheia de momentos "ownnn" e bons. Estaria mentindo se falasse totalmente que sim, mas na verdade a história de Maria Augusta e Caio é recheada de alegrias que rondam grande parte de suas vivências, assim como há passagens carregadas de drama e sofrimento.


Maria Augusta foi uma mulher completamente apaixonada por Caio desde o princípio de seus encontros, antes mesmo de a irmã do Caio, Norma, os apresentarem oficialmente no Rio de Janeiro da década 40. A partir daí,os dois se apaixonaram cada vez mais, casaram-se não se largando mais e mesmo quando não estavam juntos passavam a se corresponder por cartas que envolviam sentimentos, relatos diários e de uma saudade insuportável. Aliás, são essas cartas que dão colunas ao livro, e temos no conteúdo dessa história acesso a elas e a algumas fotografias. Na década de 50 eles se casam e o amor passa a dar frutos, resultando em duas filhas lindas.

O casal é todo amor, mas envolta deles há uma redoma de melancolia que afetam ambos,ele com uma tristeza que carrega desde cedo e ela com seus dramas, tanto é que a Maria Augusta passa a fugir um pouco do casamento fazendo compras compulsivas, pedindo dinheiro emprestado e posteriormente aparecem as crises que deixam a narrativa tensas e confusas para o leitor saber o que está acontecendo com ela ou com o Caio. Mas aí que a terceira filha nasce para compor a equipe de mulheres da família, Adriana Falcão é seu nome, e eles veem nisso uma chance de resolver seus problemas, principalmente a dramática Maria Augusta que mima bastante a garota, deixando um pouco de lado as outras duas filhas Patrícia e Rosina.


A narrativa é leve e bem agradável, sem muitos floreios. O Amor tem uma autoconfiança enorme sendo cheio de si com seu sarcasmo que chega a ser engraçado. Uma hora ou outra ele foge um pouco do casal para falar um pouco dele mesmo e isso me fez pensar uma coisa, que a Adriana Falcão conseguiu criar uma personagem que ela pode levar adiante em outros livros. O amor fala que tem tantas histórias que ele poderia contar, que deixa o leitor curioso também em relação à essas outras quando termina esse livro.

Queria Ver Você Feliz é um relato bonito de um sentimento bonito que a todo instante esteve presente na vida do casal fazendo com que mesmo com os empecilhos eles nunca se separassem ou fossem buscar refúgio em outro. O livro está mais do que recomendado, e se você for muito sentimental, recomendo deixar de lado o pacotinho de lenços, pois certamente irá recorrer a eles.


Abaixo, deixo um vídeo com o Gregório Duvivier e Clarice Falcão (filha da autora) cantando a música preferida dos avós dela:



Até logo,
Pedro S.



19 comentários:

  1. Oi Pedro,tudo bem?
    Essa história me chamou a atenção por causa das cartas(amo cartas,não gosto de e-mails) e, por ser a filha do casal a publicá-la.
    Muito interessante!
    Beijo!


    http://www.estantejovem.com.br/

    ResponderExcluir
  2. EI Pedro!
    Gente, eu tenho um marcador desse livro *-*
    Confesso que a primeira vista não me aventuraria na leitura. Sério, se sabe ne,não faz mesmo meu estilo. Ainda mais por ser biográfico. Mas o narrador me chamou atenção. Cara, o amor narrando? Deve ser muito foda. Tão inusitado. Minha curiosidade se instigou ai *-* Meu conhecimento sobre a Clarisse é bem pouco, mas talvez seja uma outra boa pedida pra mim, pra até conhecer um pouco mais não?

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Pedro, tudo bem?
    Eu acho a capa desse livro sensacional. Linda e romântica, né?!
    Gostei da ideia de ter o amor narrando a história, mas ainda assim não me arriscarei na leitura. Tenho um sério problema com biografias. Eu já me aventurei no gênero algumas vezes (na verdade estou sofrendo para concluir uma atualmente), mas me dei conta de que não são pra mim. Nunca consigo lê-as em um ritmo razoável e a leitura acaba se tornando massante.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Amanda
    http://minhasconfissoesfemininas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Hey, bom dia!
    Me emocionei enquanto lia sua resenha, então já estou imaginando como será quando eu realizar a leitura desse livro. Eu não tinha dado muita bola para ele, mas percebi que ele é único e que seu conteúdo é verdadeiro me deixou arrepiada. Não sabia que a Clarice era neta da autora, e isso fez com que a obra despertasse mais ainda minha curiosidade. Adoro livros que são compostos por cartas, acho que o romantismo fica preservado.

    Beijos
    Blog Procurei em Sonhos

    ResponderExcluir
  5. Oooi,

    Não conhecia a obra, achei muito interessante essa narrativa ser feita pelo amor, muito diferente e creio que deve ser puro e incrivel.
    Eu não tenho costume de ler livros em formato de cartas, mas acho que é uma boa porque o sentimento é muito mais intenso dos demais livros.
    Gostei de saber desse sentimentalismo todo pois as vezes a gente precisa ler algo assim mesmo
    Não conhecia esse video da Clarice, eu adoro ela, gostei da musica e da resenha.
    Você conseguiu trazer esse sentimentalismo para resenha!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  6. Clarice!!! ♥ Pena que eles se separaram, gostava tanto dos 2 juntos!
    Pra ser sincera, não sei quem é Adriana Falcão. hahahaha! O livro não seria muito do meu interesse porque não gosto de literatura de não ficção, mas confesso que vc me deixou com um tiquinho de vontade com essa resenha linda (e com as fotos também - fofas!). Gostei do efeito da capa, ficou singelo, mas especial. E a diagramação também arrasou!
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Pedro, sua resenha detalhou maravilhosamente o que esperar deste livro, e mesmo não sendo uma grande fã de não ficção eu senti uma leve vontade de ler. porém, bem leve. Não sei explicar mas a verdade é que tenho a impressão que livros assim são estafantes e normalmente são o tipo de livro que deixo de lado. Algo que me chamou atenção é o personagem ser o Amor, um toque bastante incomum em uma narrativa. Legal saber que vc gostou! http://blogliterata.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oiie
    Nossa q livro interessante e post completo!!!!
    Não conhecia e achei incrivel como a autora abordou o tema.. o amor sendo narrador da história deve ser realmente tocante!
    Fiquei bastante curiosa já que sou extremamente romantica, só de ouvir/ ler a palavra amor, já desperta meu interesse.
    só nao curti muito a capa...

    Bjinhos
    Pam
    Meus Livros Preciosos

    ResponderExcluir
  9. Oi Pedro, tudo bem?
    Quando comecei a ler sua resenha pensei: não é para mim. Eu não leio biografias. Mas quando você falou quem era o narrador, tudo mudou. Além de ser criativo, é sensível, é profundo, é pessoal. E seu texto ficou show de bola!!!!! Gostei muito da resenha. Me convenceu.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oii Pedro, tudo bem?? Adorei a resenha, mas acho que não leria, pois não conheço a Adriana Falcão, na verdade, só me chamou a atenção pelo sobrenome e agora eu sei que é a mãe da Clarice diva!! Mas achei bem legal a parte do amor narrando a história, e sério, adorei o jeito dele... parece ser bem diferente!!

    Beijinhos,

    Rafa // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  11. Olá.... O que dizer de uma capa perfeita e de uma história envolvente como esta? Adoro biografias e a resenha me deixou com muita vontade de ler....

    ResponderExcluir
  12. Oi, Pedro, tudo bem?

    Confesso que o livro não me chama a atenção. Por mais que a leitura seja bacana e o livro seja bem curtinho, acho que vou deixar passar mesmo =(

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  13. Ola Pedro eu ando em uma fase chorona manteiga derretida por isso evito livros muitos emocionais, mas gostei da sinopse e o destaque que o livro dá aos sentimentos e a força do amor. Vou deixar a dica anotada para ler em um momento menos chorona. abraços

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  14. Oi, Pedro!

    O livro dever muio bom. Não sou muito bom em ler livros biográficos, mas esse eu daria uma chance com certeza! E o livro tem uma capa linda e ainda é fininho hahaha

    Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Pedro!
    Eu não curto muito biografias, é raro eu ler alguma, só se for de alguém que sou muito fã.
    A diagramação desse livro, pelo que vi nas suas fotos, está realmente muito linda.
    A editora parece ter tido todo um cuidado e delicadeza, gostei muito disso.
    Mas eu vou passar essa leitura, não sou muito fã como já disse.

    Beijinhos
    Jaque - Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
  16. Olá... tudo bem??

    Não gosto de ler autobiografias... acho uma leitura bem cansativa... essa história... que envolve o amor parece ser bem bonita..., mas não me interessei muito pela narrativa não... de qualquer forma se você gostou e ela te trouxe algo é o que realmente importa... Xero!

    ResponderExcluir
  17. Oi Pedro, que resenha mais fofa e que fotos lindas, fiquei encantada. Não tinha dado muita bola para esse livro mas sua resenha me deixou bem curiosa. Acho que essas cartas devem dar todo um toque especial no livro.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  18. Sou fã da Adriana Falcão e quero muito ler! Achei muito linda a capa e o trabalho de diagramação também, e achei o máximo a história ser narrada pelo amor, não sabia disso! Adorei isso do narrador acabar se tornando um personagem que usa sarcasmo e que chega ao ponto de parar de falar do casal pra falar dele mesmo! rs...

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  19. O livro parece interessante. Amo biografias, e acho legal também as que contam a vida de pessoas que não são famosas, mas que tiveram vidas extraordinárias. A minha preferida é justamente assim, um relato sobre a vida de um casal!

    http://escritoseestorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!