Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
14

Resenha #60: As Confissões das Irmãs Sullivan - Natalie Standiford

Lido em: Fevereiro de 2015
Título: As Confissões das Irmãs Sullivan
Autora: Natalie Standiford
Editora: Galera Record
Gênero: Ficção Estrangeira
Ano: 2015
Páginas: 352


Adicione esse livro ao Skoob

Avaliação:






Resenha:

Na noite de Natal na casa da família Sullivan, tudo estava indo bem até que a matriarca, conhecida como Poderosa, faz um anuncio um tanto quanto chocante. Ela avisa que descobriu recentemente um tumor no cérebro e que pode morrer brevemente. Contudo, ela complementa avisando que tirou toda a família do testamento alegando que foi ofendida por um dos membros e só os colocará nele novamente quando este confessar seu erro através de uma carta.

Norrie, Jane e Sassy, netas da Poderosa, decidem escrever suas cartas, já que cada uma delas decepcionou a avó de alguma forma. Em seus relatos, lemos as dissertações de cada uma explicando o que acham que fizeram de errado.



A primeira confissão é da irmã mais velha, com 17 anos, que vem se preparando para ingressar na faculdade e na sociedade de Baltimore. Para mim, Norrie demonstra ser a mais sensata das três irmãs, mas está sempre querendo agradar a avó, que é mais rígida com ela por ser a próxima na família a atingir a maioridade. Gostei da parte do enredo que cabe a ela, pois vemos o estresse que é acabar o ensino médio e ter o seu primeiro amor. Essa parte da narração me lembrou um pouco de algumas comédias românticas, por falar de bailes escolares, decisões na adolescências e afins.

A segunda carta é da irmã do meio, Jane, que de toda a família é a mais atrevida e que não liga com o que os outros vão achar dela. Com 16 anos cria um blog nomeado, o minhafamiliamalvada.com. Com suas postagens no blog e com a história se aprofundando, Jane foi a que mais me divertiu, com suas tiradas sarcástica. É nessa parte da história que vemos que toda a família possui neurônios faltando. Foi a melhor carta e tenho que afirmar que a autora soube fazer jus ao comportamento da garota.

A terceira parte do livro fica com a irmã de 15 anos, Sassy, quieta e sempre se metendo em acidentes. Ela acredita ser "imortal" por nunca se machucar. Sinceramente, de todas as cartas, essa foi a única que ficou sem nexo. A menina tem ideias que beiram o cúmulo do absurdo. Em circunstâncias normais, uma família mandaria alguém assim para o hospício, não para escrever cartas.



As Confissões das Irmãs Sullivan me divertiu em vários momentos, mas devo ressaltar que percebi algumas brechas no enredo. O livro, embora de ficção, nos mostra algo muito presente nos dias de hoje: a falta de interesse dos pais na vida de seus filhos.

Enfim, fora algumas pequenas falhas, a leitura foi, de forma geral, altamente proveitosa. Com uma capa bonita e simples e com capítulos não tão longos, senti que as irmãs estavam conversando comigo, como se estivessem tentando explicar suas atitudes. As Confissões não é um livro que te deixará boquiaberto, mas possui personagens bem construídos que farão você, leitor, se sentir confortável e satisfeito.



Resenhado por:
Sofia Fidelis

14 comentários:

  1. Oi Sofia, tudo bem? Gostei bastante da resenha e a sinopse do livro já tinha chamado minha atenção, e parece ser um livro interessante, embora não seja tão reflexivo. Achei a ideia das cartas bem legal e fiquei curiosa para saber quem realmente ofendeu a avó. Das três achei a Jane a mais interessante. Espero um dia ter a oportunidade de ler.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  2. O gênero não é bem o que eu costumo ler, não me senti muito atraída pela sinopse.
    Ler que existem brechas na trama me desestimula ainda mais, contudo tenho certeza que assim como eu não consegui ser atraída pelo livro, outros o farão livros de cabeceira. Essa é a magia da leitura certo?
    http://cafeecomletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito da resenha, fascinante e chama bastante a atenção :)

    Aproveitando passando aqui pra deixar um convite da promoção do blog do armazém, estaremos sorteando o livro seleção gastronômica no dia 08 de março e pra participar é muito simples, só entrar e cadastrar.
    http://armazemdochef.blogspot.com.br/2015/02/livro-selecao-brasileira-de-gastronomia.html

    ResponderExcluir
  4. Oi Sofia, tudo bem?

    Adoro livros divertidos que são um bom passatempo. Pena que o enredo tem algumas brechas, mas dependendo de quais sejam, acho que dá para relevar.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi, Sofia!
    Esse livro eu pedi pra uma amiga, então não o lerei nem tão cedo. Achei a premissa interessante mas imaginei outra história e personagens mais velhos. Sendo adolescentes, não sei se eu conseguiria me identificar tanto. E nem gosto de pensar em morte de avó, quero que a minha dure bastante. Rs
    Pena que o livro deixou buraco, tinha potencial pra ser uma história legal.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Sofia! Tudo bem? Não conhecia a premissa do livro "As Confissões das Irmãs Sullivan" e adorei saber mais sobre o livro na sua resenha! Eu gosto muito quando o livro é narrado através de cartas e fiquei bem curioso para conhecer essas irmãs Sullivan! Parabéns pela resenha! :)

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Sofia!
    Assim, a sinopse não me agradou muito, mas a personalidade da Jane parece ser o ponto forte do livro. Gosto de personagens assim. Adorei sua resenha e quem sabe este livro entre na lista de futuras leituras.
    Abraços

    www.estantejovem.com.br

    ResponderExcluir
  8. A falta de interesse dos pais na vida dos filhos é algo que realmente merece ser mostrado. Já estava de olho nesse livro, agora me interessei mais. Já tinha adorado a capa, mas agora entendi melhor porque tem essas três cartas! rs... Adoro personagens bem construídos, ele ganhou muitos pontos comigo por isso.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  9. Olá, eu não conhecia o livro, mas gostei dele trazer a falta de interesse dos pais pelos filhos o que é muito comum hoje em dia, a capa do livro além de bonita remete as cartas que as protagonista fizeram =) Espero poder lê-lo algum dia...

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  10. Olá... Sofia, tudo bem??

    Adorei a sua resenha e a premissa da história... parece um livro descontraído e leve... fiquei bem curiosa... essas questões das irmãs fazerem suas confissões... em cartas algo bem raro hoje em dia... quase não conhecemos mais as letras das pessoas... dica anotada... Xero!

    ResponderExcluir
  11. Olá Sofia tudo bem?
    Gostei de cara desse livro e é a minha leitura do momento, eu fui meio que enganado pensando que iria encontrar um tipo de história, mas foi bem o contrário. Estou gostando e vamos ver no que vai dar.
    Abraços, Carlos.

    http://blogchuvadeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi..... Adorei a resenha.... Confesso que é um tipo de livro que eu gosto muito mas que promete muitas lágrimas.... Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Olá, Sofia! Faz tempo que não venho aqui no blog dos meninos e estou lendo pela primeira vez uma resenha sua. E gostei muito!!!

    Bom, esse foi o livro que me interessou pelo título e capa. Pela sua avaliação eu leria esse livro com todo prazer, principalmente pelo conteúdo sobre os pais que muitas das vezes não prestam atenção nos filhos. Este é um assunto que eu particularmente gosto de ler justamente por ser tão comum e ao mesmo tempo banal. Além dos outros temas tratados pelo livro que me interessaram. E eu também gosto dessa temática de narração por meio de cartas que sempre me deixa meio que a vontade (não sei explicar hahaha). Enfim, espero algum dia adquirir o livro e ler essas confissões!!!

    Abraços e espero você por aqui sempre!!!

    ResponderExcluir
  14. Oi Sofia,

    Gostei demais da resenha e do enredo da obra que me cativou através da sua resenha. Uma obra que que diverte, traz temas da realidade de todos nós e ainda tem adolescentes irmãs com personalidades tão diferentes, amo estar e trabalhar com adolescentes, então certamente é um livro que lerei mesmo tendo algumas lacunas como você relatou.

    Beijos
    Tânia Bueno
    www.facedaleiturataniabueno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!