Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
21

Resenha #51: Nick & Norah - David Levithan e Rachel Cohn

Edição: 1
Título Original: Nick & Norah's Infinite Playlist
Autores: Rachel Cohn e David Levithan
Editora: Galera Record
Gênero: Romance, Lad-Lit
ISBN: 8501085405
Ano: 2009
Páginas: 224
Tradutor: Ryta Vinagre

Avaliação Pessoal:




Resenha 


O livro, publicado aqui no Brasil em 2009 pela editora Galera Record, se passa em uma noite de sábado para domingo, onde conhecemos a personagem Nick, baixista de uma banda punk, juntamento com seus dois colegas gays Dev, o vocalista, e Thom, o guitarrista. Nick foi abandonado por Triss, sua ex-namorada, mas ainda sente na pele o que essa separação lhe trouxe, apesar de querer esquecer.

Na mesma festa em que Nick acabou de realizar uma apresentação, conhecemos a personagem Norah, uma jovem, filha de um famoso produtor musical, que também rompeu com seu ex-namorado há pouco tempo e que só está nessa casa de show para acompanhar a sua amiga Caroline que se encontra extremamente bêbada se pegando com algum cara nos fundos da casa de shows. Norah tem algumas incertezas sobre o seu futuro, tanto é que decidiu mandar uma carta para a Universidade Brown recusando a admissão na mesma.


Os dois personagens, que dão título ao livro, não imaginavam que naquele local seus destinos fossem se cruzar quando ambos avistassem a Triss se divertindo com algum cara desconhecido. É aí que o Nick decide fugir da Triss, pois não quer vê-la acompanhada de outro garoto que não ele, e a primeira garota que ele encontra em sua frente é a Norah a qual ele faz uma proposta:

- Sei que isso vai parecer meio estranho, mas poderia ser minha namorada pelos próximos cinco minutos?

Norah, filha de um famoso empresário musical, que também quer se ver livre da chata da Triss, aceita ser a namorada daquele "desconhecido" que seus amigos acham ser gay, firmando o namoro com um beijo incrível que acaba provando que Nick não tem nada de homo.

A partir desse encontro inesperado, os dois vão viver uma noite cheia de situações inimagináveis que irão trazer reflexões sobre as suas vidas e o caminho que eles estão trajando, tudo isso acompanhado de músicas de qualidade.


Nick e Norah - Uma Noite De Amor e Música é um romance Lad-Lit escrito em dupla e em primeira pessoa pelos autores David Levithan (famoso pelo livro Todo Dia) e Rachel Cohn (conhecida pela trilogia Cyd Charisse).  Ele narra a perspectiva do Nick, já a autora, narra o ponto de vista da Norah, e assim juntos fizeram umas das narrativas mais geniais que eu já pude ler um dia.

O fato de termos dois personagens narrando torna a leitura mais dinâmica, enquanto estamos lendo sobre um personagem, ficamos curioso sobre o que está se passando com o outro e nesse livro sabemos que no próximo capitulo teremos o que queremos saber e tudo isso de uma forma bem natural, ligando uma narrativa a outra, o que não deixa tão evidente que são dois autores escrevendo em parceria.

Encantador, fofo e engraçado na medida certa, esse é o tipo de livro que lemos rapidinho e que traz a estória do despertar de um amor que queríamos que acontecesse conosco. Uma das reflexões que esse livro trás é a de que, por mais que nos machuquemos com outras paixões, podemos superá-las e tentar de novo, mesmo que não estejamos a procura de nos envolvermos novamente.


Nick e Norah, era um livro que estava na lista de desejos muito antes do tão aclamado Todo Dia estourar pelo mundo, e admito que foram muitos anos para tentar conseguir esse livro, ao terminar a leitura, fiquei com um leve sorriso no rosto querendo conhecer mais sobre esses personagens e suas idiossincrasias.

Preciso falar que a leitura está mais do que recomendada? Se optar por ler, garanto que no final da leitura, terás uma excelente playlist para ouvir.


Att,
Pedro S.

21 comentários:

  1. Eu já queria ler Nick & Norah antes, por ser do Levithan, mas agora quero mais ainda! Eu também adoro livros que se passam em um único dia~

    http://thefatunicorn.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Hey!
    Eu acho que já li uns dois livros que davam dicas de músicas e a maior parte delas se tornaram minhas músicas preferidas <3 hahah'
    Eu preciso muito ler esse livro! Amo livros relacionados a música e é claro, amor *-*
    Adorei a resenha!

    Beijos!
    http://heartbreaker-girls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ei Pedro!
    Inveja me define! Eu quero muito esse livro <3 A capa é fofa e o historia, pelo q vc contou mais ainda. Sabia que tinha q ter um gay KKKKKKK. Levithan sempre coloca, não importa onde. Nem vou discutir muito. Minha vontade pelos livros do Levithan so aumento. Preciso desse <3 D:

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Pedro!!!

    Esse livro é quase uma relíquia, pois é. Inveja branca aqui o/. AHAHAHAHAHHA. Adorei a sua resenha, fiquei com vontade de lê-lo agora, culpado! Totalmente culpado. Gostei de saber que o David escreveu o ponto de vista dele e a Rachel o dela, deve ter ficado demais. Claro que não poderia faltar gays na história, porque David é amor demais! HAHAHAHAHAH Quero muito, onde encontro?! :O

    Beijos, Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey,
      Culpado confesso. kkk
      O livro eu ganhei de uma amiga. Não sei onde ela encontrou, mas vejo que em muitos sites o livro está esgotado.

      Excluir
  5. Oie!!!

    Eu li este livro tem um tempo, mas eu amei também. Foi o primeiro que li do Levithan e me apaixonei perdidamente por ele!!

    Amei sua resenha! Me deu até vontade de ler de novo.

    Bjks

    Lelê - http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Um livro magnifico, adorei sua resenha!

    Abraços,
    http://www.revolucaonerd.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oooi,

    Vou ser bem sincera, eu só conhecia o filme, não li ainda e pelo que vi tá dificil encontrar. Como sempre, senti que o livro é muito melhor que o filme. No final eu tinha ficado totalmente sem entender, mas acho que na leitura há algo mais interessante.
    Não sei se amo ou odeio livros com duas narrativas. O autor precisa saber o que está fazendo para não errar ou não deixar cansativo.

    Quero muito ler Todo Dia, mas ainda não comprei.


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  8. Olááá!
    Preciso dizer que eu NECESSITO desse livro! Eu adoro o Levithan, ele é um dos autores que escreve exatamente aquilo que eu quero ler em um livro... não sei se essa frase saiu meio esquisita, mas é mais ou menos isso! rs
    Eu já conhecia a história, mas não assisti o filme porque pretendo ler primeiro.
    Adorei a resenha, só me fez ficar com mais vontade de ler!

    Beijos
    Rayssa
    http://diariosdleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Pedro, desde que li Todo dia fiquei apaixonada pelo David, então claro que esse livro me chamou a atenção. A maneira como os autores construíram a história me parece fantástica!! Já adicionei nos meus desejados. Beijos
    Porão da Liesel
    Fan page

    ResponderExcluir
  10. Ola Pedro gostei muito da premissa do livro mesmo sendo clichê, alguns livros com esse tema são tão fofos, o que deve ser o caso desse livro, e regada a uma linda playlist já me conquistou. Irei ler com certeza.

    abraços

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Bom, eu já li livros do David e adorei, por isso toda vez que vejo um livro dele eu fico interessada kkkk Confesso que a história em si desse livro não me pareceu tão legal, mas se eu tiver oportunidade irei dar uma chance para o livro, pois a sua resenha me deixou um tanto curiosa o/

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Aeeee \o/ O filme é gracinha demais e engraçado que esse livro está há um tempão na minha estante de desejados, mas nunca me liguei para comprar ou conseguir em alguma troca. Agora sei que mesmo sabendo de tudo eu ainda posso esperar coisas boas e inéditas dele. Adorei ele ter narrativa dupla! Amo ver os dois lados da moeda hahaha.

    Beijos
    Passaporte Literário

    ResponderExcluir
  13. Oi Pedro, tudo bem?
    Acredita que eu não conhecia esse livro?
    Nossa, fiquei aqui pensando se aceitaria essa proposta ou não, risos...Mas que fiquei com pena dele, eu fiquei. Além da literatura, eu adoro musica e esse livro combina minhas duas paixões, então, acho que vou adorá-lo!!! E estou curiosa quanto a narrativa feita com duas canetas, risos... Isso tem se tornado comum, e acho incrível juntar dois autores que gostamos em uma única história, isso torna o livro tão mais real, porque ela representa a persaongem feminina e ele o personagem masculino, não é perfeito?
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi,
    Eu tenho bastante interesse nesse livro. Ainda não tive a oportunidade de adquirir por falta de tempo ($$$$$).
    Gosto dessa criação de que um autor foca num personagem e o outro, no outro! '-' HAUSHUA [isso ficou estranho, mas ok]
    Alem disso, me agrada bastante as narrativas que criam um plot de dois destinos sendo modificados e etc. Duas vidas sendo unidas. Gostei da relação com a música. Enfim, gostei de tudo.
    Super quero :P

    Abraços
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Pra falar a verdade, estou meio traumatizada com esses livros em que os autores dividem a narrativa, e um dos responsáveis por isso é exatamente Invisível, outro livro do David. Mas se você diz que é uma das narrativas mais geniais que você já leu, se tiver oportunidade lerei também. Que bom que nesse não ficou tão evidente a diferença na narrativa.

    Beijo.

    Ju - Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  16. Olá, ainda não li nada dos autores, mas a historia do livro parece ser bem divertida e encaradora <3 se tiver chance pretendo lê-lo.

    Visite o blog "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  17. Ainda não tive a oportunidade ($$$) de ler esse livro, mas estou querendo muito depois da sua resenha. Achei legal que não deu para perceber quando troca o autor e que o foco de cada um foi para um personagem distinto. Isso é bem legal mesmo, gosto dessa troca sutil. Se tiver uma oportunidade irei procurar por esse livro. Parabéns pela resenha!

    Beijinhos, De
    http://www.sacudindoaspalavras.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Esse livro está na minha lista desde o dia que o vi. Musica e romance, não há combinação melhor <3
    mas pra falar a verdade, nunca procurei ele para comprar. E parando para pensar, nunca o vi em nenhuma promoção.. deve ser por ser antigo e andar esgotado.
    E cara, eu nunca reparei que um de seus autores é o David hahaah Essa cara gosta de escrever em dupla hein.. Mas aqui, deve ter dado um gostinho super especial.

    Beeeijinhos ;*
    Andressa - Mais que Livros

    ResponderExcluir
  19. Oi, Pedro!
    Confesso que nunca tinha ouvido falar nem do livro nem do filme. Se tem "David Levithan", já me interessa, porque gostei muito da escrita dele em Todo Dia. Acho legal que ele fez vários livros em parceria (apesar de eu não ter lido nenhum), e acho que é sempre nessa batida, de cada autor escrever sobre o ponto de vista de um personagem. Essa história me interessou justamente pelas descobertas de cada personagem e de como constroem uma nova história juntos.
    Vou procurar pra comprar, já que é um livro antigo, que não está mais na boca do povo.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  20. Olá Pedro!
    A história me pareceu muito legal e o bom é que passa algumas reflexões. Adorei esse encontro inesperado entre o casal. A partir daí muita coisa deve acontecer.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!