Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
18

Resenha #30 - Uma Constelação de Fenômenos Vitais - Anthony Marra

Lido em: Setembro de 2014
Título: Uma Constelação de Fenômenos Vitais
Autor: Anthony Marra
Editora: Intrínseca
Gênero: Romance
Ano: 2014
Páginas: 336
Tradutor: Fabiana Carvalho



Adicione esse livro ao Skoob.

Avaliação


Resenha

Havaa, uma criança de oito anos, esconde-se na floresta após ter seu pai levado por soldados e sua casa inteiramente incendiada. Akhmed, seu vizinho, a encontra em meio as árvores e decide que precisa cuidar da garota, já que o pai dela, Dokka, fora desde sempre um excelente amigo para com ele. Percebendo que não há como manter a garota à salvo dentro da vila em que vivem — onde informantes delatam qualquer um por qualquer trocado — Akhmed resolve tentar a sorte e leva a garota até o hospital da cidade mais próxima, único local onde acredita que ela pode estar a salvo.  

O hospital, que um dia já contou com mais de quinhentos funcionários, hoje funciona apenas com uma única médica, Sonja. Estando no nível mais baixo não apenas de sua carreira profissional, mas também de sua vida emocional, a rotina da médica basicamente se resume a amputar membros dilacerados por estilhaços de bombas e minas terrestres. Akhmed, que nunca havia tido nenhum tipo de contato com Sonja durante toda a sua vida, tenta convencê-la de que é necessário abrigar Havaa nas dependências do hospital; caso contrário, a menina acabará tendo apenas um rumo: a morte nas mãos dos militares. 

Akhmed, um médico incompetente mas com um excelente coração, formou-se entre os últimos alunos de sua classe por faltar as aulas de laboratório para assistir aulas de artes, o que lhe rendeu excelentes dotes artísticos, mas acarretou em sua inabilidade e incompetência para as ciências biológicas. Conseguindo convencer Sonja a abrigar a menina, Akhmed vira também auxiliar dela, trabalhando no hospital em todas as áreas necessárias. As perdas materiais e psicológicas dos dois fará com que eles se apeguem de uma forma singular à menina; apego esse que durante o enredo se solidifica cada vez mais, transformando o relacionamento do trio em algo poderoso.

"Vida: uma constelação de fenômenos vitais — organização, irritabilidade, movimento, crescimento, reprodução, adaptação."



Sendo o romance de estréia de Anthony Marra, "Uma Constelação de Fenômenos Vitais" é muito mais que "apenas um livro". Abordando temas sérios como a guerra — não apenas a da Chechênia, que é o foco da narrativa, mas também a primeira e segunda guerra mundial —, o autor traz uma seriedade enorme ao enredo. Porém, Anthony consegue nos passar todo o conteúdo de uma forma leve e descontraída, sempre se utilizando de diálogos com uma pitada de humor. 

Os personagens são muito bem descritos e trabalhados. Com o decorrer da história, conseguimos perceber uma evolução significativa em cada um deles e na relação que possuem uns com os outros — de indiferença à imprescindibilidade. Outra coisa que acabamos descobrindo durante a leitura é que todos os personagens estão ligados, de uma forma ou de outra, formando assim uma teia robusta e complexa. 

A guerra, é claro, acarreta diversos transtornos, entre eles a separação de familiares. Ponto bastante explorado no enredo é a necessidade que possuímos em termos tudo que consideramos "nosso" ao alcance. A obra aborda de forma consistente a defesa da amizade, embora nos mostre que sempre há falsos amigos, e que devemos ter muito cuidado com eles. A trama se passa entre diversas idas e vindas em uma linha de tempo com cerca de dez anos, indo de 1994 até 2004. Nela, viajamos do presente ao passado, para assim podermos compreender melhor todos os fatos expostos na obra.

"Traumas emocionais e mentais não se curam mais do que um osso quebrado que é deixado fora do lugar."


Entre as diversas cenas aterrorizantes de dilacerações e desmembramentos, encontra-se também passagens singelas e tocantes. Bato na mesma tecla novamente: alguns dirão que esse livro é "mais um livro histórico clichê que aborda guerras, cenas fortes e mortes intercaladas com situações melosas", mas essa frase está longe de representar o que realmente a obra oferece. 

Cabe a vocês decidirem e tomarem suas próprias conclusões, mas já deixo dito que Uma Constelação de Fenômenos Vitais é, até o presente momento, o melhor livro lido por mim no ano. Simples, mas bem escrito; tocante, mas sem ser piegas; forte, mas sem ser grotesco. Uma história de superação, amor e confiança narrada de forma elegante e reflexiva.

Sobre o autor


Anthony Marra ganhou o Pushcart Prize, o Narrative Prize (ambos em 2010) e o Writing Award (2012). Em 2014 recebeu o prêmio John Leonard oferecido pelo National Book Critics Circle, além de ter sido finalista em 2013 do National Book Award e do Flaherty-Dunnan First Novel Prize. Marra tem um MFA do Iowa Writer's Workshop e recebeu uma bolsa Stegner da Universidade de Stanford, onde é professor. Viveu e estudou no Leste Europeu e atualmente reside em Oakland, Califórnia.

18 comentários:

  1. Ótima resenha Sérgio!
    A capa já do livro já me chamou atenção, depois dessa resenha então, a vontade só aumentou.
    (você deveria me dá o livro, por sua causa to muito curiosa pra ler. ) haha

    ResponderExcluir
  2. Nossa, eu já tinha visto essa capa (sem saber do detalhe lindíssimo e fofo das estrelinhas douradas), mas não imaginava a profundidade da história. Não foi um livro muito trabalhado pela Intrínseca, uma pena, pois parece que ele é mesmo lindo. Histórias com cenários de de guerra são sempre emocionantes, mas com uma criança no meio torna-se ainda mais especial. Vou ficar de olho nesse livro porque a curiosidade bateu por aqui.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  3. Capa linda, história massa e nome legal. Tudo que um livro precisa pra fazer sucesso.
    Ameeeeeeeei e já estou colocando na listinha, hihihi!
    Abraço.

    http://likelivros.blogspot.com.br/2014/09/destino-dos-sonhos-lugares-que-muitos.html

    ResponderExcluir
  4. Ola Sérgio o fato de os personagens crescerem na história já chama atenção, e todas as história se entrelaçarem nos deixa a vontade com os personagens sem se perderem na trama . Só não gostei das partes de dilacerações que devem ser tristes . Um livro intenso . Adorei a capa. abraços

    ResponderExcluir
  5. Oie,

    Cara a capa é tão linda, que até tô babando aqui hhah :p Já entrou pra minha lista de livros que eu necessito, e a historia parece ser comovente, nunca li muita coisa sobre guerra, então tenho vontade de conhecer alguma obra que a contenha, amei sua resenha e o fato de ser uma das melhores leituras do ano, só me faz ter mais vontade de ler.

    Mayla

    ResponderExcluir
  6. OI Sergio tudo bem?
    Sabe o que fiquei pensando durante a resenha??? Em como o destino funciona. Ele no passado se afastou da medicina. E precisou dessa menininha entrar na vida dele, para ele ser atraído para a medicina novamente. E com isso, a vida dele foi ao encontro da vida dessa médica que parece que precisava justamente dele. Acho que vou me emocionar com essa história, não a conhecia ainda. Sua resenha ficou ótima, livro com certeza foi para minha lista.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Sérgio
    Li sua resenha e fiquei pensando em tudo que foi dito. A vida de Havaa, os médicos e como a vida é uma caixinha de surpresas.
    Achei fascinante, capa linda e o leria com certeza. Além disso, ele conseguiu tecer algo tocante tendo a guerra da Chechênia como plano de fundo. Muito legal mesmo.

    Abraço
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Essa foi uma das melhores resenhas que eu li sobre esse livro. Antes eu só leria esse livro apenas pela capa linda e bem desenvolvida. Hoje, pela explicação que você deu sobre o livro, sobre os pontos fortes e toda a construção que o autor fez para destacar um assunto clichê, mas com uma pegada pesada e emotiva se utilizando de sarcasmo e humor. Um livro que entrou pra minha lista de desejados, com certeza.

    Valeu e parabéns.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Olá

    Desde que havia visto esse lançamento tinha me interessado por ele por conta do título e da capa. Nem tinha lido a premissa, mas curti toda a história que parece ser cativante. Gostei de saber que todo esse tema pesado é tratado de forma leve a até com humor. Com certeza vai ser uma das minhas próximas compras (isso é, quando eu resolver comprar livros novamente).

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  10. Oi. Eu tinha visto esse livro na livraria mas nem dei muita bola, após ler sua resenha fiquei muito interessada na leitura. Percebi que é um livro tocante e que traz conceitos importantes. Gosto de livros que abordam a guerra. Vou adicionar a minha lista. Parabéns pela resenha, você aguçou minha curiosidade e com certeza vou ler esse livro.

    Beijos,
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  11. Oie!

    Cara, que resenha massa. Vc despertou e minha pessoa, não só o desejo de ler, mas a necessidade de ter esse livro! Queroooooooo
    Parabéns pela resenha, gostei demais.
    Gostei tb da capa do livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Cara, esse livro deve ser incrível!
    Num primeiro momento, gostei muito do título e da capa (eu não sabia que tinha essas estrelinhas), e quando li a sinopse minha animação inicial foi confirmada. Agora, lendo sua resenha, estou certo de que Uma Constelação de Fenômenos Vitais estará entre as minhas próximas leituras!
    Amo livros que conseguem trabalhar temas pesados e densos, como a guerra e as emoções humanas, de uma maneira suave, beirando o humor. E saber que os personagens são muito bem trabalhados me deixa ainda mais eufórico.
    Parabéns pela resenha! Conseguiu me convencer a tirar minha carteira do bolso e comprar logo esse livro.

    http://discodivinil.blogspot.com.br/

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  13. Nunca tinha ouvido falar desse livro. A capa lá em cima parece tão sem graça, ela e a lombada viram algo completamente diferente e lindo com as estrelas douradas. =)

    Mesmo com as personagens e o enredo bem construído, e eu achando bem legal quando um livro engloba um período de tempo maior e nos faz viajar do presente ao passado, fiquei com receio das cenas fortes. Por enquanto, não quero ler.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  14. Sergio, que história!
    Todo livro que aborda a guerra mexe comigo.. e ao que parece, esse vai muito alem. Eu ja tinha me encantado com a cada do livro, agora quero muito ler. Uma garotinha órfã e ameaçada de morte por conta de uma guerra... tem um grande potencial para me emocionar rs.
    Otima resenha!

    Beijos, Andressa

    ResponderExcluir
  15. Eu vi a capa desse livro esses dias e fiquei super interessada e queria comprar ele (Sou dessas que escolhe pela capa, pois é kkkkkk) mas ultimamente não estou comprando livros, então dispensei a ideia de comprar esse livro, mas agora vendo a sua resenha minha vontade de comprar voltou, esse livro parece ser muito bonito, gosto de coisas que falem sobre a guerra e acredito que iria adorar esse livro *-*

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  16. Sérgio,
    Eu não leio muita coisa sobre guerras pois acho muito dolorido, o emocional da época é completamente diacerado. Mas esse livro me chamou a atenção pela capa, nome e sinopse, com certeza vou dar uma chance a ele. Quero muito conhecer Sonja, Havaa e Akhemed.
    Adorei os quotes, só reforçou minha opinião sobre ele!
    Beijos
    Chrys Audi
    Blog Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
  17. Oi, Sérgio, não conhecia este livro. Os detalhes das estrelinhas são um charme, ainda bem que fotografou o livro, porque por imagens na internet eu não saberia. Gosto da premissa de livros com guerras como pano de fundo, nunca li uma ficção na Chechênia, então o livro vai pra lista de desejados. Sua resenha ficou bonita, espero me emocionar tambem com as separações familiares. Beijos.

    ResponderExcluir
  18. Oieee, não conhecia esse livro e adorei!!! A capa é muito linda e tenho certeza que a história é muito emocionante, ainda mais em cima de um tema destes, estes livros que falam de guerras e esses conflitos causados pela mesma são muito legais, eu gosto de livros assim e fiquei super curioso para saber o que acontecerá com a menina e com os dois protagonistas rsrs, Abraços.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!