Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
14

Resenha#84: Fragmentada - Teri Terry

Título: Fragmentada
Título original: Fractured
Trilogia Slated - livro 2
Gênero: Distopia
Editora: Farol Literario
ISBN: 9788582770351
Ano: 2013
Páginas: 424
Tradutor: Flávia Cortês

Adicione esse livro ao Skoob

Avaliação:  




Resenha:


Fragmentada é o segundo volume da trilogia Slated, e vai dá continuidade a história ao livro Reiniciados. Ainda narrado em primeira pessoa sob o ponto de vista da personagem Kyle, vamos conhecer um pouco mais sobre a Londres de 2020

Com uma crise econômica, o Reino Unido se separou da Europa, fechando assim suas fronteira e acarretando manifestações de grupos organizados; de um lado a Movimento da Lei e Ordem (os Lordeiros), defendendo o regime vigoroso e do outro o Partido Livre, a favor da liberdade. Desde então quem domina é o M. L. O e para controlar a violência, foi criado um sistema de reiniciarão do cérebro dos jovens infratores onde é colocado um NIVO no braço que mede o índice humorístico da pessoa, nunca podendo se rebelar para que não decorra em morte.



Kyla é uma das que tiveram seu cérebro reiniciado e perdeu todas as lembranças da sua antiga vida. Mas como percebido no livro anterior, algo no processo havia dado errado, e sonhos estranhos começaram a aparecer. Agora ela sabe que algo não está certo nesse processo, mas precisará encontrar respostas para saber os motivos de ter sido reiniciada. E o que ela descobrirá irá por em risco todos os seus passos e amigos.

Ben (também reiniciado), seu novo melhor amigo, é um dos que acabaram desaparecendo após questionar sobre o seu passado e não há rastros que dê indícios de sua vida. Por outro lado, Kyla acaba se envolvendo com os Partido Livres, que tem planos para derrubar o Movimento da Lei e Ordem.
Com a mente fragmentada, será que Kyla conseguirá encontrar seu amigo ainda vivo? Quais os planos do Partido Livre para a garota e por que seu processo de reiniciar deu errado? Quem séria Kyla no passado? O M. L. O. é confiável? O M. L. é confiável? Nessa nova Londres questionar é extremamente perigoso e ela precisa confiar nas pessoas certas para não acabar nas mãos dos temidos Lodeiros que a espreita a cada movimento.


Fragmentada está mais frenético do que o primeiro volume da trilogia. Terri Terry tem uma narrativa muito rápida, e sendo em primeira pessoa, torna uma leitura mais envolvente, porém isso só acontece após umas 150 páginas de leitura, já que a autora volta a situar o leitor no mundo que criou, citando as personagens e lembrando quem são, apesar de não ter passado nem um mês desde os acontecimentos de Reiniciados.

As cenas de ação não são tão bem descritas, às vezes me encontrava perdido nessas últimas sem saber o que tava acontecendo, apesar de saber da luta que estava havendo. Outro ponto também não muito bem forte são as personagens, no primeiro livro era de se esperar não saber muito deles, afinal a garota estava reiniciada, mas nesse aqui ela continua sem saber muito sobre eles e o pouco que sabe é descoberto em conjunto com o leitor.

Uma coisa que fica a desejar é que Kyla não reflete muito sobre como será se o M. L. O. for derrotado, ela crer que todos reiniciados serão livres, mas pode não ser que isso aconteça e essa parte não é muito explorada. É de se esperar que os reiniciados sejam terroristas que estão ali porque cometeram algum crime, claro que têm inocentes, mas e os que não são inocentes? Eles vão criar um sistema para saber quem é ou quem não? É algo que fica no pensamento de quem está lendo.

A impressão que fica é que a autora guardou o melhor da trilogia para Despedaçada, o terceiro livro,. Com o final desse, muitas respostas, inclusive respostas antigas, ainda ficaram no ar e que provavelmente será explorado nesse próximo.


De qualquer forma, não é um livro ruim, a premissa é um tanto original e a curiosidade aguçada pela trama muito misteriosa torna a leitura prazerosa, não há momentos em que ficamos desgostoso com Fragmentada. Mas a autora poderia explorar mais o mundo criado e tentar não ser repetitiva nos pensamentos da personagem. Fora isso, é uma distopia que até então recomendo.

Att,
Pedro Silva

14 comentários:

  1. Heey!
    Eu adorei a premissa desse livro, um tanto quanto original! Quero ver se consigo adquirir o primeiro volume logo haha, quero muito ler ^^
    Abraços!
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderExcluir
  2. Oi, Pedro!
    Essa é uma das minhas próximas leituras e estou com altas expectativas… Embora a narrativa deixe a desejar em alguns momentos, espero mesmo gostar de Fragmentada mais do que você conseguiu (rs). É muito ruim quando nos decepcionamos.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olha eu ainda não tive a chance de iniciar a minha leitura dessa série, pois tenho várias outras para ler ainda sabe? Mas eu tenho interesse, pois todos dizem maravilhas sobre ela. Espero poder gostar, até porque me parece ser uma história muito envolvente. Enfim... Mas seilá, eu estou com tanta série aqui que nunca sei por onde começar =x

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/07/resenha-feita-de-fumaca-e-osso.html

    ResponderExcluir
  4. 'Reino Unido se separou da Europa', eles criaram um novo Continente? Ou se desvincularam da União europeia? Essa questão geográfica me deixou confusa...

    ResponderExcluir
  5. Apesar de ter o volume 1 da trilogia, ainda não o li, e não cheguei a comprar os outros dois volumes. Uma pena que este caiu um pouco, mas espero que o terceiro feche bem esta trilogia.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Pedro!
    Não conhecia esta trilogia, e me interessei por se tratar de uma distopia. Mas, fiquei apreensiva com a sua resenha franca, de que o livro não consegue preencher diversas lacunas...e acaba deixando o leitor perdido. Espero ler o livro em breve para poder dizer o que achei.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oiee ^^
    Concordo que a autora poderia ter explorado mais o assunto. Li a trilogia e amei o primeiro livro, porém os próximos me decepcionaram um pouco. Espero que você goste mais do terceiro do que eu gostei :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi tudo bom?
    Nossa, sua resenha me fez lembrar quanto amei o primeiro livro e ainda não li o segundo! Nossa, cai de nível assim? Vou ler logo pra saber

    Abraço

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Essa é uma das sereis que tá na minha lista de leituras a séculos, fiquei um pouco receosa agora com sua resenha, mas ao mesmo tempo ainda mais curiosa com a leitura.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Pedro! Eu acho a premissa dessa série muito interessante, mas não sinto muita vontade de conferir. Acho que por já ter tantos livros em casa esperando por mim, acabo deixando de lado outros títulos, principalmente se a história é contada em diversos volumes. Gostei que na sua resenha você falou dos pontos positivos e negativos. Seu texto ficou ótimo, parabéns. Quem sabe um dia, dou uma chance. Beijos!

    ResponderExcluir
  11. OI

    Tenho muita curiosidade em ler a obra e, depois de sua resenha irei com menos ganancia, rs.
    Parabéns pela resenha
    Beijos
    http://www.amorliterariooriginal.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá...
    Eu gostei muito de Fragmentada, mas preferi ainda Reiniciados... não sei talvez porque ele foi o introdutório e iriamos descobrir as coisas junto com os personagens... eu gosto da escrita da autora... gostei da trilogia... só tive que ressaltar algo que pra mim ficou aberto, mas não vou dizer o quê... quando ler Despedaçada e sair a resenha espero que eu consiga acompanhar para saber a sua opinião... mas eu gostei da forma com a autora escreveu o livro... e ao contrário de você não achei as primeiras 150 páginas... cansativa, mas legal porque pude relembrar alguns fatos esquecidos... xero!

    ResponderExcluir
  13. Olá, boa noite!

    Gosto bastante de ler distopias.não conhecia essa, mas confesso que a premissa desse não me cativou. Não li a resenha do primeiro, mas vou procurar. Mas fiquei com a sensação de que o livro não vai me agradar muito, não si pq. Sou apegada em detalhes e pelo que notei na sua resenha, a autora deixou e explorar coisas importante. Ainda que sua resenha seja positiva e que vc tenha gostado do livro, se me perguntasse hoje, eu diria que não leria.

    Beijo!
    Ana.

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Essa é uma trilogia que eu sempre tive vontade de ler.
    O segundo livro da trilogia a maioria das vezes é mais devagar e não agrada a todos.
    Espero que no terceiro livro a história melhore.
    Adorei a resenha.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!