Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
0

Sábado com Desventuras em Série #8: O Hospital Hostil - Lemony Snicket

Título: O Hospital Hostil
Autor: Lemony Snicket
Ilustração: Brett Helquist
Tradução: Ricardo Gouveia
Editora: Seguinte (Companhia das Letras)
Edição: 1
ISBN: 9788535904512
Gênero: Ficção / Aventura / Juvenil
Ano: 2004
Páginas: 232
Adquira seu exemplar aqui!
Adicione esse livro ao Skoob.

Avaliação: 



RESENHA


Após os acontecimentos terríveis de "A Cidade Sinistra dos Corvos", como se não bastasse as garras do conde Olaf, os irmãos Baudelaire acabam sendo acusados erroneamente de assassinos de Jacques Snicket. Foragidos da autoridades e com os seus rostos estampados no jornal O Pundonor Diário, a única saída deles é se disfarçarem no Hospital Heimlich, um hospital inacabado e com uma biblioteca de arquivos, onde as crianças esperam encontrar mais informações sobre o incêndio que devorou os seus pais e levou aos infortúnios de suas vidas. 
Até mesmo quando eles acham que estão livres de seu carrasco, o mesmo dá um jeito de achar as crianças com seus planos malignos e perversos. Aqui, caberá à Klaus e Sunny a tarefa de livrar Violet da morte e assim escaparem das mãos do conde Olaf.

"O Hospital Hostil" é o oitavo livro da saga "Desventuras em Série", aqui, o conde Olaf se mostra mais perverso e raivoso, a ponto de não medir esforços para acabar com os irmãos. Para isso, ele conta com a ajuda de seus capangas e de sua namorada Esmé Squalor. Mas na mesma medida, os órfãos estão mais inteligentes e ágeis no combate ao inimigo.

Poucos fatos foram revelados sobre as iniciais C. S. C. e sobre o incêndio. Mas um detalhe descoberto reacendeu as esperanças dos irmãos e espero muito que isso seja real, porque se o autor estiver brincando com o leitor como sempre faz, será uma esperança muito triste caso não haja verdade.

A leitura continua fluida e com capítulos curtos, embora os volumes esteja engordando aos poucos. A formula tá levemente sendo alterada, mas ainda sabemos que o conde aparece e as crianças se safam como nos anteriores. Será que no nono irá mudar? 

No geral, foi uma leitura divertida e agradável, mas com alguns momentos de raiva dos adultos que são verdadeiros bobocas nessa história. 

Referências:

Temos menções à dois escritos, respectivamente um russo e um japonês:  Mikhail Bulgakov e Haruki Murakami.

No hospital há vários pacientes internados que recebem o nome de personagens de alguns romances clássicos como:
Cynthia Vane, do romance "As Irmãs Vane", de Vladimir Nabokov.
Emma Bovary, do romance "Madame Bovary", de Gustave Flaubert.
Clarissa Dalloway, udo romance "Mrs. Dalloway", de Virginia Woolf.


E você, o que achou do oitavo livro de "Desventuras em Série?"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!