Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
1

Resenha #239: Meia-noite e Vinte - Daniel Galera

Título: Meia-Noite e Vinte
Autor: Daniel Galera
Editora: Companhia das Letras
Edição: 1
ISBN: 9788535927979
Gênero: Romance brasileiro
Ano: 2016
Páginas: 208
Adquira seu exemplar Aqui!
Adicione esse livro ao Skoob.

Avaliação:  



RESENHA


O lançamento Meia-noite e Vinte, de Daniel Galera, publicado pela companhia das Letras pode ser uma boa porta de entrada para conhecer a obra de um promissor escritor brasileiro contemporâneo.
Na obra vamos acompanhar amigos que no final dos anos 1990 faziam o maior sucesso com uma espécie de fanzine cultural online chamado Orangotango. Duas décadas após essa fase, todos seguiram carreiras e caminhos distintos. A trágica e supérflua morte do escrito Andrei, em meio a uma confusão causada por greves de ônibus e atos de protestos similares aos de 2013 que aconteceram no Brasil, os reúne mais uma vez, só que agora no funeral do amigo. Memórias estarão presentes na conversa em aos problemas vindouros com a chegada das responsabilidades da vida adulta.

Aurora, bióloga, vive a maior batalha em sua vida acadêmica e tem que enfrentar um professor que a reprovou em sua pesquisa para saber do relógio natural que a cana-de-açúcar possui. Antero, casado e com um filho pequeno, é o que teve carreira mais promissora com formação em publicidade, no entanto, seu casamento não leva o mesmo caminho. Já Emiliano é um jornalista freelance e o que recebe a difícil tarefa de escrever a biografia do seu amigo e escritor de sucesso. Difícil por relação conturbada com ele e porque Andrei vivia recluso e longe dos holofotes, embora tivesse uma gama enorme de leitores.

Em meio ao desenrolar da história, vemos que Daniel Galera é um narrador que possui a habilidade de construir personagens de personalidades fortes e com descrições tão pormenorizadas que  fica suscetível à dúvidas a verdadeira existência dessas pessoas. É realmente de sentir que elas existem.
O tema forte tocado pelo autor é certamente a revolução que a internet causou na vida dos quatro amigos. De um pequeno hobbie eles conseguiram sucesso e prestígio popular e constantemente comentam como sentem falta daquela época.

Assuntos pertinentes como aborto, os protestos, a fragilidade da vida, preço que estamos dando à ela, assim como o que queremos de nossas vidas. Às vezes pensamos tanto em dizer algo à uma pessoa, ficamos com receio, medo, ou sabe lá o quê, e quando vemos o momento passou e o que devia ser dito se perde no esquecimento.

Esses são alguns dos assuntos tocados ao longo de Meia-noite e Vinte em uma narrativa intercalada por três vozes: Emiliano, Antero e Aurora, sem em nenhum momento deixar o leitor perdido. Vale muito conferir!

Até logo,
Pedro Silva

Um comentário:

  1. Olá!
    Não conhecia a obra mas fiquei super interessada em saber mais.
    belas fotos.
    abraço!
    Squad Of Readers

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!