Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
0

{Novidades}: Últimos lançamentos da editora Tordesilhas

Olá, leitores.

Hoje trago para vocês dois livros que a Editora Tordesilhas está lançando. Trata-se de duas obras bem opostas, mas que prometem ótimas leituras.

O primeiro deles é Liturgia do Fim, um livro escrito por uma autora conterrânea nossa do De Cara Nas Letras chamada Marilia Arnaud. A autora paraibana vem sendo extremamente elogiada por autores já consagrados como Maria Valéria Rezende e Luiz Ruffato. Liturgia do Fim está sendo colocada lado a lado de Lavoura Arcaica do autor Raduan Nassar que venceu o Prêmio Camões 2016. Confira um pouco mais sobre o seu romance na sinopse:

SINOPSE

Inácio, escritor e professor universitário, um homem assombrado pela memória e pelos fantasmas de um segredo familiar, abandona a mulher e a filha, as salas de aula e a literatura para voltar a Perdição, lugar onde nasceu e viveu até os 18 anos. Com essa idade foi expulso de casa pelo pai, um homem rude e autoritário que educou os filhos com rigor e frieza. Numa narrativa descontinuada e sinuosa, em que presente e passado se alternam e se misturam, Inácio narra a infância e a adolescência em Perdição, a vida em família, a relação difícil com o pai, o terno entendimento com a mãe, a obsessão pela tia louca, os medos noturnos, o primeiro e único amor, a paixão pelos livros.

Liturgia do fim traz um enredo bem construído. A autora, Marilia Arnaud, mostra um domínio excepcional da língua, com uma prosa lírica e um vocabulário de extraordinária e rara beleza, que, conforme diz a também escritora Maria Valéria Rezende, vencedora do prêmio Jabuti 2015 na categoria Livro do Ano de Ficção, “escapa de maneira brilhante de uma das armadilhas que ameaçam boa parte de nossa literatura, o achatamento e encurtamento de nossa extensa e preciosa língua, em nome de uma suposta oralidade”.

A CRÍTICA

Marilia Arnaud
“Liturgia do fim é o livro mais triste e mais bonito que li pelo menos nestes últimos dois anos! Raduan Nassar que se cuide, porque você foi muito mais fundo! E me deixou delirando com a riqueza e ousada liberdade do seu vocabulário, nesses tempos de sistemático empobrecimento da língua a título de ‘contemporaneidade’! Não achei uma linha em que eu pensasse ‘aqui podia ser melhor’.”
Maria Valéria Rezende, escritora, vencedora do prêmio Jabuti 2015 
nas categorias Romance e Livro do Ano de Ficção.

“Observe como a autora alterna, com absoluta competência, narrativas ditadas pelo ponto de vista masculino e feminino, sem que, em momento algum, suspeitemos da veracidade do que estamos acompanhando.” 
Luiz Ruffato, escritor, sobre o romance Suíte de silêncios

“Terminei de ler o romance Suíte de silêncios, de Marilia Arnaud, escritora que mora em João Pessoa. Um primor de narrativa. A protagonista é fascinante. Recomendo com entusiasmo e admiração.” 
Stella Maris Rezende, escritora

Lançamento de Liturgia do Fim em Campina Grande

No próximo dia 29,  a autora Marilia Arnaud lança Liturgia do Fim em Campina Grande:




O segundo lançamento recente pela Alaude foi escrita a quatro mãos pela dupla dinamarquesa A. J. Kazinski intitulado Santa Aliança. Para quem não está lembrado, a editora já trouxe outros dois livros da dupla, sendo O último homem bom e O sono e a morte. Santa Aliança promete trazer mais um thiller eletrizate com leitura fluida e cheia de reviravoltas, misturando ficção, realidade e teorias da conspiração que pode agradar fãs de Dan Brown e Ken Follett. Confira:

SINOPSE

Eva Katz tenta recomeçar a vida após o fim de sua carreira como jornalista e a morte do namorado na guerra do Afeganistão. Em seu primeiro dia de trabalho numa creche em Copenhague, ela não resiste à tentação de investigar a verdade sobre um crime relatado em um desenho infantil. Entretanto, na busca da verdade, Eva acaba mexendo com instâncias muito poderosas da sociedade dinamarquesa, e o que antes parecia um incidente isolado se revela como parte de uma rede de segredos que remontam à formação da Santa Aliança, uma coligação monárquica criada no século XIX. Este thriller eletrizante é o terceiro da dupla A. J. Kazinski, que já lançou os livros O último homem bom e O sono e a morte pela Tordesilhas. 







SOBRE O AUTOR: 

A. J. Kazinski é o pseudônimo dos escritores dinamarqueses Anders RønnowKlarlund e Jacob Weinreich, que colaboram pela segunda vez numa produção literária. Seu dois primeiro livros, O último homem bom e O sono e a morte, foram publicados pelo Tordesilhas em 2012 e 2013, respectivamente.







Conta pra gente qual te interessou mais nos comentários. Adoraria saber


Até logo,
Pedro Silva


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário!