Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
1

Resenha #186: Fuga da Biblioteca do Sr. Lemoncello - Chris Grabenstein

Título: Fuga da Biblioteca do Sr. Lemoncello
Autor: Chris Grabenstein
Editora: Bertrand Brasil
Edição: 1
ISBN: 9788528620474
Gênero:  Ficção Infanto Juvenil
Ano: 2016
Páginas: 300

Adicione esse livro ao Skoob

Avaliação: 





RESENHA


O senhor Lemoncello, o maior inventor de jogos está para completar mais um ano de vida, e para comemorar, sua amiga a dra. Zinchenko fez um árduo trabalho para restaurar a biblioteca municipal da cidade com a finalidade de trazer de volta o local onde o Sr. Lemoncello passou sua infância. Mas ela não fez um simples trabalho de reabilitação, mas transformou completamente a biblioteca com o apoio da alta tecnologia, dando à ela uma nova repaginada.
Para incendiar ainda mais a inauguração, doze crianças terão a oportunidade de poder passar uma noite na biblioteca e o melhor: ganhar prêmios e prestígio. Apenas ganhará o maior prêmio, a criança que conseguir sair da biblioteca. Detalhe: sem utilizar a saída óbvia pela qual entrou.

Em uma narrativa ágil, o autor nos presenteia com uma história que mistura A Fantástica Fábrica de Chocolates com O Jogador Número 1, cheio de referências literárias. O que será um prato cheio para os amantes do universo geek e literárioo. Não que Fuga da Biblioteca do Sr. Lemoncello seja uma copia, ao contrário, a obra tem seus pontos originais, como os jogos elaborados com mistério para as crianças desvendar.

As únicas ressalvas são a imensa necessidade do autor em passar sua mensagem principal: a de quem nem sempre quem trapácea será o vencedor, e que para vencer você tem que ser honesto e certinho; dançar conforme a música. E a outra ressalva é que tudo corre para que o personagem central ganhe o prêmio, ficando uma coisa até previsível.
O livro possui uma boa diagramação, com fonte em tamanho agradável e capítulos curtíssimos que dão a impressão de rapidez durante a leitura. Além disso, a capa possui uma palheta de cores que consegue chamar a atenção, principalmente do público algo: crianças e jovens. Uma leitura despretensiosa que recomendo fortemente.

Até logo,
Pedro Silva

Um comentário:

  1. Desde que vi a premissa desse livro fiquei curiosa com ele. Apesar de nunca ter assistido A Fantástica Fábrica de Chocolates (não me julgue), senti uma familiaridade com as coisas que já ouvi. Mesmo com as ressalvas que fez, pretendo conhecer a história, porque envolve biblioteca e aventura. Espero curtir bastante o livro quando o ler.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura || Participe do top comentarista de julho e concorra aos livros O Amor nos Tempos de #Like e Em Algum Lugar nas Estrelas

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!