Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
6

Resenha #179: O Caderninho de Desafios de Dash e Lily - David Levithan e Rachel Cohn

TítuloO Caderninho de Desafios de Dash e Lily
AutorDavid Levithan e Rachel Cohn,
Editora: Galera Record
Tradução
Edição: 1
ISBNFicção Jovem adulto
Gênero9788501105158
Ano: 2016
Páginas: 256


Adicione esse livro ao Skoob

Avaliação: 




RESENHA




O Caderninho de Desafios de Dash e Lily é resultado de mais uma parceria entre David Levithan e Rachel Cohn, ambos autores consagrados tanto por suas obras individuais tanto quanto por aquelas escritas em conjunto, como é o caso de Nick e Norah - Uma Noite de Amor e Música e Naomi & Ely e A Lista do Não-Beijo.
A história de O Caderninho de Desafios de Dash e Lily se passa nos últimos dias do ano e é narrada de forma intercalada entre os dois personagens principais. Lily, de 16 anos, acha que deve arranjar um namorado, mas não sabe de fato como fazer isso. Os pais dela, seguiram em viagem em pleno natal, e para ter mais privacidade, seu irmão gay tem a ideia de ajudá-la nessa tarefa através de um caderninho de desafios que será deixado em algum local de Nova York. A ideia é simples, quem cumpri todos os desafios, sem trapacear será o par perfeito.

Dash, um jovem que detesta essa época do ano, deu um jeito de burlar os pais que são separados com a finalidade de passar o natal sozinho. Assim, ao encontrar o caderninho em uma livraria, tudo o que ele planejou se desfaz quando segue os desafios propostos pela garota que ele desconhece. A troca do caderninho fica constante e as dúvidas sobre a identidade do outro emerge em uma curiosidade que instiga a leitura do livro.

Dash e Lily demonstram através da narrativa intercalada que nem sempre estamos dispostos a aceitar a personalidade do outro e que em muitos casos criamos uma ideia de alguém para satisfazer nosso ideal, quando na verdade a pessoa é o oposto disso. O que devemos fazer nesse caso é aceitar suas idiossincrasias e tentar conviver com isso. Jamais impor o que o outro deve ser ou fazer.
Ao longo do livro somos surpreendidos com momentos divertidos, engraçados e embaraçosos. Além disso, ele tem todo um clima natalino americano que remete a filmes da sessão da tarde sobre o tema, como Milagre na Rua 34, O Grinch, Esqueceram de Mim, Um Herói de Brinquedo entre outros.

Apesar de ser um livro do David Levithan, o qual aborda muito questões de sexualidade e gênero, nesse não é o foco principal, mas eles, os autores, foram  cuidadosos em por representatividade na obra com uma dragqueen e alguns casais gays peculiares.

Se você gosta de uma leitura rápida, divertida O Caderninho de Desafios de Dash e Lily segue como uma ótima leitura. Principalmente para aqueles que gostam de acompanhar as mirabolantes histórias de um casal que aos poucos estão se apaixonando. É um livro de descobertas e para torcer pelo casalzinho central.

O final é um pouco aberto, mas acabei pesquisando e descobrindo que a obra receberá uma sequência chamada The Twelve Days of Dash and Lily, que se passará um ano após O Caderninho de Desafios, ou seja, também no natal. O novo livro tem previsão de publicação lá fora para 18 de outubro de 2016. O jeito é aguardar!


Até logo!


6 comentários:

  1. Achei a história de O Caderninho de Desafios de Dash e Lily bem simples e por esse motivo não tinha com muita vontade de lê-lo, apesar de adorar a escrita de David Levithan. Mas depois de ler a sua resenha, fiquei curiosa para descobrir quais foram os desafios e como Dash e Lily acabaram se aproximando.
    Além disso, a capa é muito fofa.

    ResponderExcluir
  2. Apesar de não ser muito fã de romances fiquei curioso para ler o livro. Achei a história bem original e é um daqueles livros para sentar e ser devorado em um único dia.

    ResponderExcluir
  3. Oi.
    Não conheço os autores e a sinopse não me chamou a atenção. Lendo sua resenha, que está ótima, como sempre, vejo que não é meu gênero literário, ou pelo menos, não sinto curiosidade sobre essa obra. Então, deixo passar. Obrigada pela dica. Abraços.

    ResponderExcluir
  4. A capa é muito fofa!!! A história parece ser bem lega(não achei nada de surpreendente)mas, talvez seja uma leitura bem descontraída e interessante!

    ResponderExcluir
  5. Eu ameeeeei a resenha assim como a premissa do livro!!
    A capa é linda e a história parece ser superfofa, gostosa de ler, divertida e até com um bom fundo reflexivo!!!!
    Já quero!
    bjão

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Ainda não li nada de nenhum dos dois autores, mas achei a historia interessante mesmo sendo meio louco esse comecinho gostei te temos o livro passado na época do natal e dos assuntos que ele acaba tratando, mas essa não foi uma historia que me chamou atenção !!

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!