Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
10

Resenha #161: Nunca Jamais - Colleen Hoover & Tarryn Fisher

Lido em: Abril de 2016
Título: Nunca Jamais
Série: 
Never Never #1
Autor: Colleen Hoover & Tarryn Fisher
Editora: Galera Record
Edição: 1
ISBN: 
9788501106216
Gênero: Ficção/Romance/Suspense
Ano: 2016
Páginas: 192

Adicione esse livro ao Skoob

Avaliação:   




Resenha:

É a segunda vez que leio um livro da Collen Hoover e, assim como O Lado Feio do Amor, Nunca Jamais não me decepcionou. Enquanto o primeiro foi um livro mais romântico, este traz a mistura do suspense com o romantismo. Por ser um livro pequeno, a minha leitura foi rápida, mas outro fator foi meu envolvimento com a obra e o suspense que a autora nos trouxe, que é fascinante.

O livro começa com a protagonista, Charlie Wynwood, na escola, sem nenhuma memória: ela não sabe qual é o seu nome, onde mora, onde ela estuda e o principal porque ela não se lembra de nada. Ao tentar sobreviver a esse dia inexplicável, Charlie descobre que seu namorado, Silas Nash, também não se lembra de nada, e os dois sem memorias se juntam para descobrir o que houve com eles.


Enquanto buscam por respostas, mais perguntas são feitas. Uma das principais questões levantadas é: por que eles estavam juntos? O relacionamento dos protagonistas antes de perderem a memória se mostra bastante tóxico, cheios de mentiras, ciúmes, traições e com suas famílias sendo oposta a esse namoro.

Tanto Charlie quanto Silas não gostam do que eram no passado e tentam mudar suas personalidades para não cometerem os mesmos erros. Os “novos” Charlie e Silas sem memórias aparentam ser mais maduros em relação ao que eram no passado e, mesmo que estivessem juntos só para descobrir o que houve, dá para perceber que eles se amam mesmo sem nenhuma memória: é como se fossem predestinados um ao outro.


Os capítulos do livro são estruturados na alternação entre Charlie e Silas, nos fazendo mostrar o ponto de vista de cada e como suas vidas eram. A mãe da Charlie é alcoólatra, seu pai está preso e ela não se dá bem com a irmã, já a vida de Silas é “menos” conturbada, sua família é rica, mas não é presente, só seu irmão, que parece bastante preocupado com esse “novo” Silas. A cada alternação descobrimos segredos chocantes, seja em relação a suas famílias ou sobre o relacionamento dos ex-problemáticos

O final no faz pedir por mais. Com um cliffhanger surpreendente, Colleen e Tarryn fizeram um ótimo trabalho com este suspense. Souberam dosar o romance sem parecer forçado, principalmente porque os protagonistas eram namorados há quatro anos. Não vejo a hora da continuação!

Até logo,
Sofia Fidelis






10 comentários:

  1. Fiquei bem curiosa para saber o que aconteceu com os personagens, gostei do livro ser narrado pelos dois pontos de vista, assim conseguimos entender sobre cada um, o livro é bem fininho e a leitura parece ser fluida, nem sabia que tinha continuação

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Fiquei com vontade de ler esse livro desde que ele não tinha tradução aqui no Br. Agora que tem, não vejo a hora de ler.
    Ótima resenha ;)

    ResponderExcluir
  3. Olá Sofia, vou ser sincero com voce, achava que esse livro era mais erótico e bem romântico, mas a sua resenha me deixou realmente animado com essa história. Todo esse mistério sobre a perda de memória e como a história vai desenrolar pode ser bem interessante, se tiver a oportunidade de lê-lo, com certeza o farei.

    Abraços, Carlos.

    ResponderExcluir
  4. Super interessada nessa leitura, a Colleen e minha autora preferida, tudo que essa mulher publica vai estar na minha lista de desejados. Esse livro com certeza vai ter um diferencial por ter esse mistério envolvido no romance, vejo que pelas resenhas que ela construiu uma trama impecável, super envolvente, o que me decepcionou um pouco nessa leitura, foi pelo livro ter uma quantidade pequena de folhas, e por parecer ser um livro tão bom, merecia muito mais.

    ResponderExcluir
  5. Oi Sofia,
    Não se editora brasileira manteve o padrão americano e dividiu o livro em três partes, li as três, e para evitar spoilers vou comentar só sobre sua resenha como se fosse o primeiro livro, senti a mesma coisa no primeiro livro, as autoras me deixaram bastante curiosa sobre o mistério em que o casal principal esta envolto, e o final realmente você se pega querendo saber mais. Acho que esse é ponto principal da trama.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi Sofia! Ótima sua resenha, obrigada! Já havia lido a sinopse desse livro e gostei. Adoro enredos de mistério, suspense, um pouco de romance e fins surpreendentes. Ainda mais quando tem continuação. Quero muito. A capa está muito bacana e tem tudo para ser uma leitura divertida. Já na minha lista de desejados. Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Parece ser uma leitura leve e daquelas que a gente devora em um dia pois não conseguimos para de ler de tanta curiosidade!

    ResponderExcluir
  8. Não sei como a mistura das autoras ficou, mas gosto dos livros da Colleen e espero que esse seja mais um que vá gostar dela. A trama tem tudo pra ser boa, a escrita parece viciar e fazer o leitor querer saber mais. O final também dá vontade de mais pelo jeito e isso é bom. Torcendo pra gostar e ler logo, mas acho que vou esperar a continuação.

    ResponderExcluir
  9. Sou simplismente apaixonada pela Colleen Hoover, também não podia ficar de fora desse novo livro dela. Já estou com ele na estante para ser lido. Tive o prazer de conhecer a autora no ano passado e ela só conseguiu me conquistar mais ainda. Tudo que ela publicar eu irei ler, com toda certeza hahah
    Ainda não li nada da Tarryn mas já estou com esse e o outro livro dela A oportunista na estante para serem lidos. Ouvi dizer que ela virá ao Brasil esse ano, então juntarei o útil e o agradável e lerei logo os dois livros por agora :)

    ResponderExcluir
  10. Oi Sofia, tudo bem?
    Eu ainda não li nada da Collen mas já li da Terryn e posso afirmar que a escrita dela é maravilhosa e ela sabe fazer uma ótima trama.
    Eu quero muito ler Nunca Jamais para ver como ficou o livro pois também vejo muitas críticas positivas aos livros da Collen.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!