Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
10

Resenha #160: Trono de Vidro: Rainha das Sombras (Vol. 4) - Sarah J. Maas

Lido em: Abril de 2016
Título: Rainha das Sombras 
Série: Trono de Vidro (Vol. 4)
Autor: Sarah J. Maas
Editora: Galera Record
Edição: 1
ISBN9788501106841
Gênero: Fantasia americana
Ano: 2016
Páginas: 644

Adicione esse livro ao Skoob


Avaliação: 




Resenha:

Rainha das Sombras é o quarto volume e aguardada continuação da série Trono de Vidro. Após uma grande ruptura causada ao longo da narrativa ocorrida em Herdeira do FogoSarah J. Maas trás o leitor as suas raízes, vivendo momentos de pura adrenalina e empolgação, preparando o cenário para o grande embate que está por vir. Quando a aguardada conversão de todos os personagens acontece, o embate esperado entre Aelin e o tirano rei de Adarlan está finalmente prestes a acontecer! Rainha das Sombras é a dosagem certa para muita fantasia e emoção. 

Depois de enfrentar um verdadeiro inferno nas terras dos feéricos, Aelin está retornando para reivindicar sua terra. Mas antes disto, precisa salvar seu amigo Dorian, preso sob as garras de seu tirano pai. Em uma investida para libertar a magia de seu reino, ela se une a Chaol e os rebeldes, arquitetando um perigoso plano que pode não apenas matá-la, mas acabar com toda a esperança daqueles que ainda buscam liberdade. Além disso, seu mestre, Arrobyn está de volta, mais cruel do que antes. Embora ele pareça despretensioso em suas investidas, será que tudo o que ele disse é realmente verdade ou apenas mais uma armação para poder lhe capturar? Agora não há mais volta, isso é certo. A guerra contra os perigosos e sombrios demônios Valgs começou, e Aelin é a única que pode impedi-los. Uma batalha milenar está prestes a começar. 


Maas com certeza sabe pegar o leitor desprevenido. Com quase 700 páginas (isso mesmo, 700), este quarto volume da série não é somente chocante, mas também tornou-se extremamente bipolar. Enquanto inicia-se o romance esperando algo, novas reviravoltas chocam o leitor, e o que parece ter caído na mesmice é apenas uma preparação para o palco principal. Com um jeito genial de lidar com todos os detalhes da trama, Rainha das Sombras tem 100% de minha aprovação, embora os pontos que abordem o romance não sejam ainda meus favoritos. Como disse, o livro é gigante, então, ao iniciar sua leitura, espere por muitas coisas. São cenas e mais cenas de pura adrenalina, de forma que o leitor é jogado entre capítulos de pura emoção e outros mais leves, trazendo momentos mais românticos entre os personagens... E acreditem, são esses os mais chatos. Embora adore a escrita de Maas, sendo muito envolvente, a estrutura de suas cenas românticas sempre deixam a desejar, principalmente por que elas acontecem totalmente fora do contexto esperado. Estamos falando de concentrar no que realmente interessa e não perder tempo com tanta embromação. Contudo, não se deixe abalar: o livro ainda é magnífico, e totalmente desconcertante. Bipolar é uma palavra simples para descrever como tudo vai se desenvolvendo na trama. 


Narrado em terceira pessoa, novamente temos a amplitude de um campo compartilhado por vários personagens, dentre eles, Dorian, Aelin, Chaol, Manon, Rowan Aedion e alguns de exceções, como acontece com uma nova personagem, Elide, que aparece centralizada pelo narrador em alguns momentos. Se existe algo interessante em tudo isso é justamente o fato de podermos observar o campo no seu mais vasto tamanho, não perdendo nenhum detalhe. O mundo criado pela autora é magnífico, atrativo, e neste volume o veremos ruir, com tanto esplendor quanto o esperado. Separado em dois grandes momentos (Rainha das Trevas e Rainha da Luz), a história sofre mais uma gigantesca ruptura ao seu final, preparando o cenário para o quinto e penúltimo volume da série. O que esperar? A expectativa de que mais coisas vem por ai. 

A construção de personagem de Maas também é algo incrível. Vemos Aelin mudar de personalidade várias e várias vezes dentro de um mesmo livro, e embora alguns leitores tenham criticado este fato, eu pessoalmente adorei. A sabedoria com que a personagem vai usando seus dois lados para lidar com os problemas, a forma como incorpora a sua outra face com tanta facilidade, são absurdamente chocantes. Lembram-se da Celaena destemida do primeiro livro, cheio de seu encanto envolvente e voz sedutoramente implacável? Ela está de volta, mais mortal do que nunca. Esse livro marcou a aceitação da personagem, tanto por seu lado mais sombrio, quanto pelo seu lado benigno, razão essa de apresentar dois lados da mesma rainha. É impressionante, e uma jogada inestimável da autora. 


Presenciamos também essa mesma oscilação em outros personagens como Manon, Chaol, Dorian e Rowan, todos batalhando contra si mesmo, tendo seus próprios problemas para lidar. Ao fim, temos uma convergência de todos em um ponto só, causando a ruptura não esperada na obra e demonstrando que isso é apenas o começo de mais uma grande reviravolta que teremos daqui para seu desfecho. Bem construídos, os personagens de Maas se adéquam com perfeição ao enredo, sem deixar brechas, justificando suas escolhas e cativando o leitor. Até mesmo os mais novos membros, como a despretensiosa Elide tem algo a contar. Caso aventure-se em alguma obra desta autora, saiba que nenhum personagem está ali ou é citado de graça. Eles terão uma grande importância no enredo, e nada irá se perder. 

No mais, Rainha das Sombras foi uma incrível e deliciosa leitura. Embora longo e com alguns momentos tediosos, não é uma leitura chata, pelo contrário, é alucinante, cheio de cenas marcantes e devastadoras. Prepare-se para ter mais segredos revelados em uma trama incrível e cheia de vida. Trono de Vidro é uma fantasia cheia de violência, magia, mitologia e romance, perfeita para os fãs do gênero. Conheça! Pois essa é a maior dica que posso lhe dá!

Até logo,
David Andrade.





10 comentários:

  1. Eu amei este livro ! Muito eletrizante e ao mesmo tempo nos deixa emocionados, para mim este livro foi um dos melhores da série, pois ele une todos os fatos, o que deixa a leitura mais leve, o livro é grosso mas a leitura é fluida, o que nem nos faz notar o tanto de páginas ! indico muito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria, sim <3 MUITO PERFEITO. Eu não gostei um pouco das cenas de romance da trama. Como mencionei na resenha, a construção desse quesito da autora não me cativa, mas o final do livro, MDS, a batalha no palácio de vidro, tudo ruindo. EU TAVA JÁ PASSANDO DO SUBSOLO quando chegou nessa parte. E o final, a última frase, foi muito linda <3 Valeu cada página, com certeza.

      Abraços e Bjs
      David

      Excluir
  2. Ahhhh posso nem ver que já quero, David essa história me chama muita atenção desde o lançamento. Você pode até não acreditar, mas no início esse livro era pouco hypado e a autora desde cedo me pareceu bem promissora. Com tanto sucesso podemos concluir que essa série é no mínimo muito boa e minha vontade de lê-la so aumenta a cada dia. Gostei bastante da resenha e espero poder adquiri-los em breve também.

    Abraços, Carlos.

    ResponderExcluir
  3. Realmente achei a estória desse livro além de eletrizante, surpreendente, achei a construção tanto dos personagens como da trama fantásticos, esse e o estilo de livro que não costumo me interessar no entanto, após ver e ler muitas criticas positivas em relação a essa leitura, estou super afim de adquirir essa série.

    ResponderExcluir
  4. Oi David!
    Li os dois primeiros livro da série é posso atestar que são incríveis mesmo. As personagens femininas que a Sarah cria são ótimas, diferente das mocinha frágeis que estamos acostumados a ver na maioria dos livros! Os mundos que ela cria tbm são perfeitos e sempre há uma reviravolta que você não espera. Estou louca para ver a série tv baseada nos livros, espero que se mantenha fiel a eles.
    abraços

    ResponderExcluir
  5. Oi David!
    Já apaixonada! Querendo muito! Ainda não tive o prazer de ler nenhum livro dessa série, mas já conhecia a sinopse e com sua resenha, quase enlouqueci!!! Amo livros desse gênero e as capas estão lindas. Gosto muito de livros de séries, as vezes alguns vem a decepcionar um pouco, mas na maioria das vezes é muito gratificante esse tempo de leitura e divertido. E com certeza essa série é uma delas. Obrigada. Add na minha lista de desejados. Abraços.

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li nenhum deles, mas adoro personagens femininas fortes e bem construídas. Acho que irei gostar!

    ResponderExcluir
  7. Acho que para um livro tão extenso é até normal ter lá aqueles momentos chatinhos. Mas a trama não perde a graça por isso. Tem coisas novas acontecendo, seguimento de outras histórias dos livros e etc. É uma boa leitura. Ainda não li nenhum, mas estou querendo. Só resta coragem para pegar um depois do outro e ler. Gostaria de fazer isso quando lançassem todos...
    É uma ótima dica mesmo.

    ResponderExcluir
  8. Estou pensando seriamente em pegar logo o primeiro da série que está esquecido na minha estante e começar na próxima leitura kkk
    Essa capa está ainda mais bonita que as outras 😱
    É bom ler resenhas assim positivas e que te fazem querer ler mesmo o livro. Fora que saber que a série continua boa em suas continuações dá um incentivo a mais p ler. Estou ansiosa p entrar no mundo da Celaena! Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Oi David, tudo bem?
    Cara, eu estou louco para ler a série Trono de Vidro, o que chega a desanimar mesmo é só o preço (não tá fácil...)
    Eu acho a trama bem interessante e pelo que li em ACOTAR, Sarah J Mass sabe fazer uma ótima construção de mundo.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!