Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
11

Resenha #143: Antes que Seque - Marta Barcellos

Lido em: Dezembro de 2015
Título: Antes que seque
Autor: Marta Barcellos
Editora: Record
Gênero: Contos brasileiros
Ano: 2015
Páginas: 192
Adicione:

Avaliação:





Resenha



O livro de contos Antes que seque, de Marta Barcellos foi o vencedor do Prêmio Sesc de Literatura 2015, traz um total de 22 contos, onde 17 são narrados por mulheres, e nos outros, embora o ponto de vista seja masculino a presença feminina é marcante.

Em todos os resumos que li sobre o livro, o definem como contos sobre mulheres que por algum motivo não conseguem engravidar e corresponder à figura maternal idealizada, e a capa com flores e ramos que remetem o sistema reprodutor feminino reforçam essa idéia. Porém os contos não se restringem a esse tema.
“Um dia, ela vai querer partir, mas não vai saber pra onde nem como, porque os filhos ainda dependem dela. Um dia ela não vai mais querer partir e vai sentir falta de quando a sua infelicidade se parecia com a da mocinha da novela – ao menos uma protagonista.” Pag:105
Os contos são curtos de duas a três paginas, mas tem profundidade. A autora consegue percorrer o universo feminino, a opressão imposta às mulheres durante séculos, mulheres que desejam engravidar, mulheres que afastam a todo custo qualquer possibilidade de gerar um filho. As que precisam cuidar dos pais, ou educar filhos adolescentes. No livro percorremos as diferentes vidas de mulheres, ricas, pobres, que podem parecer fúteis, mas são marcadas por solidão, ditadura da beleza, e estereótipos.
“Não via a hora de se livrar dos filhos, mas isso ela não disse ao delegado. A maldade da gente deve ficar bem guardada, para ninguém duvidar dela, achar um sentido, perdoar.” Pag:68

A escrita de Marta Barcellos é leve e rápida, e com uma característica comum nos contos, e que muito me agrada que é narrar pequenos momentos, sutilezas e fragmentos de uma vida, que pode ser a de qualquer um, e a partir daí extrair algo de belo, ou uma reflexão, deixado o desfecho por conta da imaginação do leitor. O livro é belo e singelo.



11 comentários:

  1. Me parece que a autora aborda, de forma corajosa, assuntos femininos, sempre muito envolvidos em preconceitos ou coloridos com fantasias ingenuas, para convencer que não existem escolhas e estigmatizar quem ousa desafiar o que é senso comum. Quero muito ler!

    ResponderExcluir
  2. Eu já tinha ouvido falar do livro anteriormente, e aparenta ser um livro incrível e aborda um tema muito polêmico. Sou feminista e desejo muito ler o livro, espero não me arrepender. :)

    ResponderExcluir
  3. Que livro incrivel. O interessante desse blog é o fato de postarem sobre livros não muito conhecidos, o que nos faz mudar a nossa listinha de ''futuras compras''

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o livro, mas já quero. Muito bom ver essas questões femininas sendo abordadas na literatura. Quero ver como foi feito o trabalho no livro.

    ResponderExcluir
  5. Nao conhecia esse livro, de verdade, achei a ideia desse livro muito boa, já esta na minha lista.

    ResponderExcluir
  6. Oi Elidiane!
    Eu gosto de contos, mas a temática destes não me interessou muito. Mas acredito sim que tenha beleza e que gere reflexões.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Adoro contos, a obra parece ser bem interessante, toda essa temática do universo feminino, mas não me dou muito bem com escrita profundas. Acho que minha ideia literária não se adéqua à essa antologia, mas fiquei curioso ^^ Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Oi Elidiane, tudo bem?
    Eu cheguei a ver algumas resenhas sobre esse livro e todas são positivas mas eu não consigo me sentir atraído pelo obra. Poucos livros de contos me chamam a atenção e esse não foi o caso.

    ResponderExcluir
  9. Amei a resenha! Não conhecia esse livro, porém, saber que ele trata de um tema tão importante como esse me dá vontade de lê-lo!! Abraços *---*

    ResponderExcluir
  10. Não conhecia o livro, mas contos não é o meu forte, so leio contos quando tenho que fazer alguma prova.

    ResponderExcluir
  11. Poxa, nunca tinha ouvido falar do livro nem da autora, mas amei a premissa, gosto muito desse tipo de livro, e acho que deve ser bem interessante acompanhar cada visão e desejo de uma mulher sobre um assunto tão polêmico e incerto como a maternidade.
    Afinal, tantas mulheres que tiveram filhos só pra agradar alguns, e aí criaram seres humanos sem preparação. Triste isso e tem muitos.
    Vou querer ler com certeza!!!!
    bjoos

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!