Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
5

Resenha #105: Clube da luta - Chuck Palahniuk

Título: Clube da Luta
Autor: Chuck Palahniuk
Editora: LeYa Brasil
ISBN: 9788580444490
Ano: 2012
Páginas: 272
Tradutor: Cassius Medauar



Adicione esse livro ao Skoob


Avaliação:



RESENHA



O livro é narrado como um fluxo de pensamento do personagem principal, que não tem nome citado. Um cara normal, que segue sua vida trabalhando conforme o mundo capitalista, trabalhando e gastando seu dinheiro. Séria a vida perfeita se ele não sofresse de insonia e ficasse semanas sem dormir. Por causa disso, ele resolve procurar, pois acredita que está com sérios problemas, mas o que ouve do médico é: Você acha que está com muito problemas? vá em grupos de apoio da igreja e verá o que é problema.

Após ir no grupo de apoio com pessoas que possuem algum tipo de doença séria como o câncer ou parasitas no cérebro ( entre outros) ele descobre, no sofrimento dos outros, um escape e consegue voltar a dormir como um bebê... até que uma mulher chamada Marla Singer passa a frequentar as reuniões desse grupo e o narrador se vê na mulher, afinal, ele sabe que ela (assim como ele) não está sofrendo de doença alguma. Isso o afeta e ele não consegue mais chorar nas reuniões por saber que Marla é uma farsa e a insonia volta a afetá-lo.


Numa de suas viagens, ele conhece um vendedor de sabão e projecionista chamado Tyler Durden, um homem todo descolado que parece ter um manual de como viver a vida embutido em si. Ele age contra os bons costumes e faz inúmeras coisas inusitadas, como jogar fezes nas comidas de pessoas importantes quando garçom.  Em uma das brincadeiras dos dois, Tyler pede para o narrador socá-lo o mais forte que ele conseguir. Tyler acredita que uma pessoa precisa perder tudo para que possa renascer livre e é dessa forma que surge o Clube da Luta. As lutas acabam se tornando um aspirador para as decepções diárias.

Mas como disse Chris Anderson: "Existe uma linha tênue entre a loucura e a genialidade. E você precisa de um pouco das duas para mudar o mundo de verdade"

Regras do clube do livro:
  • A primeira regra do Clube da Luta é: você não fala sobre o Clube da Luta. 
  • A segunda regra do Clube da Luta é: você não fala sobre o Clube da Luta. 
  • Terceira regra do Clube da Luta: se alguém gritar "Pára!", fraquejar, sinalizar, a luta está terminada. 
  • Quarta regra: apenas dois caras numa luta. 
  • Quinta regra: uma luta de cada vez, pessoal. 
  • Sexta regra: sem camisas, sem sapatos. 
  • Sétima regra: as lutas duram o tempo que for necessário. E a oitava e última regra: se esta for a sua primeira noite no Clube da Luta, você tem de lutar.

Em uma linguagem muito crua e forte, o autor consegue expor e criticar inúmeras questões de nossa sociedade. O consumismo desenfreado é uma das que mais ronda o livro, essa coisa de que precisamos de dinheiro para comprar coisas que não necessitamos é muito desgostada por Tyler e o clube da luta é criado acreditando que a pessoa precisa sair de sua zona de conforto, chegar ao fundo do poço para ela renascer e viver de verdade e isso nos leva muito a repensar no que estamos comprando e se realmente precisamo do que consumismo.


Clube da Luta é um livro de leitura rápida, mas possui um certo grau de violência tipico do autor que pode não agradar a todos e julgá-lo ser desnecessário, porém, para complementar a obra e dá mais força a sua estrutura, a violência acaba sendo um dos elementos cruciais para chocar o leitor justamente por trazer o conforto aos participantes do clube. Além dessa violência, o autor não se prende a floreios, e não perde tempo com descrições, sendo mais direto ao ponto, numa narrativa despretensiosa e rápida que vale super à pena conferir.

5 comentários:

  1. Olá!
    Li recentemente o livro e concordo contigo. É bem cru e violento. O autor não perde tempo com descrições, de modo que nem descreve alguns personagens!
    =D

    http://osdragoesdefogo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. O livro parece ser bem legal. O começo da sua resenha me fez lembrar de ACEDE. A maneira que eles se conhecem lembra muito. hehe!
    Abraço, www.likelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é mesmo muito bom. Realmente, pensando dessa forma, lembra mesmo o ACEDE. haha

      Excluir
  3. Olá eu adooro livros assim, alguém ja me falou dele, agora que o vi aqui na sua pagina lembrei, vou por esse na minha lista fiquei curiosa, bjos.

    http://yuugracindo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!