Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
12

Resenha #75: Uma praça em Antuérpia - Luize Valente

Lido em: Maio de 2015
Título: Uma Praça em Antuérpia
Autor: Luize Valente
Editora: Record
Gênero: Romance Histórico
Ano: 2015
Páginas: 364


Adicione esse livro ao Skoob

Avaliação:    





Resenha:

Irmãs gêmeas, Clarice e Olivia sempre foram unidas, apesar de passarem por uma chegada tumultuada ao mundo. Acontece que já na hora de nascer, no ano de 1916, elas perderam a mãe Josefina, que não resistiu ao parto e acabou falecendo com as gêmeas ainda dentro dela. O pai, Manuel, um homem apaixonado pela esposa, jamais conseguiu demonstrar o mesmo amor pelas filhas, pois acreditava que as meninas eram uma consequência do amor que sentia por sua mulher, o que afetou a criação das meninas. No interior de Portugal, foram criadas pela sogra do Manuel, mas ele nunca deixou nada faltar, exceto o afeto e a demonstração de carinho com as filhas - tanto é que ao morrer, as filhas já com 13 anos, sentiram-se de certo modo contente -, pois iriam ter a única e última chance de abraçar e beijar o pai que agora iria ter a tão desejada felicidade junto a mulher que amava.

13

TAG #9: Know your blogger!

Olá, pessoal! Tudo bom com vocês?

Passeando pela blogosfera, achei uma TAG bem interessante no blog Viciadas em Livros e decidi trazê-la para vocês. Infelizmente não achei o blog que a criou — caso você saiba, comenta aí! Você nos ajudará a dar os devidos créditos.

A TAG consiste em responder 11 perguntas feitas pela pessoa que te indicou, escrever 11 fatos aleatórios sobre você, fazer 11 perguntas e indicar 11 blogs para respondê-las. Fácil, não?



11 perguntas feitas pela Meise Renata: 


1. Uma mania;
Bom, poderia listar várias das minhas manias (como dormir sempre com a porta do quarto trancada, arrumar meus livros por editora na prateleira, cantar em momentos e locais aleatórios ou até mesmo roer as unhas), mas decidi focar em um: a quilofagia. Você não sabe o que é? Vou explicar: sabe quando você está fazendo algo e, de repente, você se pega mordendo o próprio lábio? Bom, sou desses. Mas, convenhamos, melhor ainda é morder o lábio de outra pessoa, hahaha!

3

News #14: "Estão prontos crianças? Eu não ouvi direito!"

Em busca de Abrigo, Romance da Jojo Moyes, ganha nova capa





"Em Busca de Abrigo", livro da Jojo Moyes publicado em 2004, ganhará uma  nova edição que está prevista para chegar às livrarias em junho deste ano pelo selo Bertrand do Grupo Editorial Record.

Vale salientar que a autora é bem conhecida pelo livro "Como Eu Era Antes de Você", publicado através da Editora Intrínseca e que está em processo de adaptação cinematográfica.

12

Conheça: Lançamentos de Maio

Olá, leitores! Como vocês estão?

Bom, devido ao crescimento do número de parcerias, decidimos adotar um novo estilo para a divulgação dos lançamentos editoriais do mês. Sendo assim, buscando não poluir o blog com uma infinidade de post's, resolvemos agrupar todos os lançamentos em um só, ajudando até mesmo você, leitor, a visualizar de forma mais rápida e dinâmica os livros que lhe chamaram a atenção. O sistema é bem simples: todas os lançamentos das editoras parceiras estão abaixo. Caso você se interesse por algum dos livros, basta clicar na capa da obra e você será redirecionado para o Skoob (ou site da editora), onde poderá ler a sinopse, comprar seu exemplar, ler os primeiros capítulos ou até mesmo adicionar o livro à sua estante (no caso do Skoob)! Bem bacana, não é? Bem, conheçam os lançamentos de maio :)

Galera Record:


1

[Nova Parceria] - Editora Schoba

Olá, pessoal!

Bom, vocês já devem ter acompanhado através das nossas redes sociais que, mais uma vez, conseguimos firmar parceria com uma editora nacional. Dessa vez, a linda da Schoba nos aceitou! Com títulos atraentes e edições de deixar qualquer leitor babando, ela conta com publicações aclamadas no nosso país, além de possuir livros de vários gêneros. Vamos conhecer um pouquinho mais sobre a editora?


A Editora Schoba foi instituída com o objetivo de desburocratizar a publicação de livros no Brasil. Como o autor é nosso foco principal, esperamos estabelecer uma parceria duradoura e transparente durante todo o processo de publicação de seu livro, zelando pela sua imagem e oferecendo um serviço que atenda cada necessidade. Por isso, temos em mente que só se vira a página – seja de um livro ou da vida – com publicação de alta qualidade.

4

Resenha #74: Dias Infinitos - Rebecca Maizel


Lido em: Maio de 2015
Título: Dias Infinitos
Autor: Rebecca Maizel
Editora: Galera Record
Gênero: Juvenil / Ficção
Ano: 2015
Páginas: 384


Adicione esse livro ao Skoob

Avaliação:   


  


Resenha:

Depois de tantos séculos desejando voltar a ser humana, em seu aniversário de 592 anos, Lenah finalmente acorda como uma. Para que isso acontecesse, ela hibernou por 100 anos, além de ter passado por um ritual feito por outro vampiro... e quem a ajuda é seu amante e melhor amigo, Rhode.

O livro é dividido em duas partes e a cada capitulo temos um pouco do passado de Lenah na Inglaterra. A primeira parte é sobre a chegada dela no mundo como humana, como foi para ela a transformação e como se adaptaria sem levantar suspeitas, além de nos mostrar como era ser a vampira mais poderosa do seu coven.


1

Resenha #73: A Pequena Alice No País das Maravilhas - Lewis Carroll


Autor: Lewis Carroll
Tradutora: Marina Colasanti
Ilustrador: Emmanuel Polanco
Gênero: literatura Infantil
Editora: Galerinha
ISBN: 9788501070364
Ano: 2015
Páginas: 56

Adicione esse livro ao Skoob

Avaliação:    



Resenha:


Por volta de 1865, Lewis Carroll conheceu uma menina de nome Alice, de 10 anos, e criou uma história que a garotinha adorou. Por incentivo de amigos, ele escreveu um livro com a história mais desenvolvida, ilustrou e presenteou a garota com o exemplar. Mais tarde, o livro foi publicado, ganhando muito reconhecimento, sendo lido até por grandes nomes como o escritor Oscar Wilde e a própria rainha da Inglaterra, Vitória. Hoje, ao completar 150 anos, é notório que Alice se transformou em referencia cultural, não só para as crianças, mas também para todas as faixas etárias e para comemorar a data a Editora Galera Record, através do selo Galerinha, lançou essa edição escrita pelo próprio autor para as crianças do mundo todo.


9

Resenha #72: Um Conto Sombrio dos Grimm - Adam Gidwitz

Lido em: Maio de 2015
Título: Um Conto Sombrio dos Grimm
Autor: Adam Gidwitz
Editora: Galera Júnior
Gênero: Infanto-juvenil / Ficção
Ano: 2015
Páginas: 272


Adicione esse livro ao Skoob

Avaliação:  
  




Resenha:

Era uma vez... não, acho que não. Essa frase já é muito batida, altamente clichê, não é mesmo? Há muito tempo atrás, no tempo da monarquia e das colônias, João e Maria nasceram. Os irmãos gêmeos eram filhos reis, viviam cercados de todo o luxo que seus pais poderiam oferecer. Mas, será mesmo que a história deles é como sabemos? Que encontraram uma bruxa malvada no meio da floresta em uma casa feita de doces? Bem, tenho que admitir que não é totalmente assim. Nesse livro fantástico, conhecemos a versão da história (ou a versão mais próxima possível) que os irmãos Grimm idealizaram. Sim, João e Maria eram filhos de reis. Sim, eles encontraram uma casa feita de guloseimas onde uma bruxa do mal residia e blá-blá-blá... mas isso está longe de ser tudo!

Em Um Conto Sobrio dos Grimm, acompanhamos os jovens irmãos em histórias cada vez mais sinistras, sangrentas e até mesmo macabras. O autor, Adam Gidwitz, baseado na história criada pelos irmãos Grimm, nos mostra as peripécias pelas quais João e Maria passaram durante sua jornada. Entretanto, ele vai muito além disso. Conhecemos toda a história que se passou antes mesmo de eles virem ao mundo. Como seus pais se conheceram e como escaparam da terrível maldição que residia sobre o casal.

27

Sorteio: A Herdeira - Kiera Cass

E ai, galera, vamos falar de sorteio?

O sorteio de hoje é um de um lançamento bem esperado: o quarto livro da coleção 'A Seleção'. E, sabendo que tanta gente o deseja, vamos sortear, juntamente com o blog "Escritos & Estórias de Amanda Marchi" um exemplar em capa dura.


Regras:

6

TAG #8: Frases de Mãe

Olá, você leitor(a)!

Gostaria de deixar aqui o meu mais carinhoso e respeitável feliz dia das mães para todas as mães do universo. ♥

Hoje vou responder a TAG Frases de Mãe, que foi indicada pelo Davi Tito do blog Submerso em Palavras (se ainda não conhece, sugiro que vá conhecer). Ela foi criada em uma parceria dos blogs Um Baixinho Nos Livros e Coleções Literárias.
Achei as frases bem divertidas e consegui me identificar com várias (se não todas). Vamos começar?

REGRAS
  • Indicar no minimo 5 blogs para responder a tag (Não esqueça de avisar que você os tagueou)
  • Escolher entre as duas imagens e colocar no post junto com a tag. IMG 1 ou IMG 2

1 - Eu vou contar até 3... 
Um livro que você não via a hora de acabar.


O fabricante de ilusões, de Elias José: Para ser sincero, eu não lembro exatamente nada desse livro, peguei na biblioteca da escola por vontade própria e até o li completamente, mas lembro-me de não ter entendido nada do livro e de não ter gostado. Entrementes, confesso que até teria interesse em reler hoje em dia para saber se absorvia algo dos contos reunidos nele.


- Se você falar isso de novo te arrebento os dentes!
Um livro que você não suporta que falem mal.

Não tenho essas coisas, por mim falem bem, falem mal, o que importa é saber falar e respeitar. No mais é isso.

3 - Se você correr vai ser pior!
Um livro que você corre dele, mas sabe que um dia vai ter que ler.



A Fúria dos Reis, de G. R. R. Martin: Foi muito sofrido ter que ler A Guerra dos Tronos e fiquei extremamente desestimulado para ler o segundo justamente pela velocidade lenta em que li o primeiro, foi basicamente um mês para concluir a leitura.

4 - Vem comer se não esfria!
Um livro que você leu logo que lançou.


Claros Sinais de Loucura, da Karen Harrington. Essa foi uma leitura bem rápida e com um a história bem bonitinha, apesar dos lados tristes, a personagem é divertida. Recomendo a resenha.

5 - Você não é todo mundo... Um livro que todo mundo odeia, menos você.


Morte Súbita, da J. K. Rowling: Muitas pessoas costumam não gostar desse livro, felizmente, eu li e depois das primeiras 100 páginas, já estava super envolvido com os personagens, seja odiando alguns ou amando outros. É um livro para ler com paciência até conseguirmos nos encontrar nele. ♥

6 - Quantas vezes eu já disse para você não fazer isso?
Um personagem que mais te irritou e fez burrada.


O grande Irmão no livro 1984, do George Orwell: Eu adoro os personagens desse livro, principalmente o Winston, e me deixa extremamente triste saber o que o "Grande Irmão" faz com a sociedade em questão. </3 

7 - Não, quando digo não é não! 
Um livro que você não lerá, não importa o quanto as pessoas falem bem.

Divergente

Divergente, da Veronica Roth: Já tentei, mas não consegui terminar esse livro e nem pretendo retomar a leitura. Acho que não estava no momento para ele, ou estou saturado de distopias com  plot um tanto quanto semelhantes.


8 - Não mente para mim! 
Um personagem mentiroso ou um personagem que te enganou direitinho.




O Caderno Rosa de Lori Lamby, da Hilda Hilst: É uma obra bem obscena e que causa repulsa. Lori Lamby é uma menininha de oito anos de idade que vende o seu corpo para ajudar a família no incentivo do próprio pai. Mas o final desse livro é bem desconcertante, tudo o que você leu e todos os pré e os conceitos criados acabam se desestruturando. É um livro genial.

9 - Coração de mãe não se engana...
Um livro que te conquistou pela capa e a leitura foi ainda melhor?



A Solidão dos Números Primos, do Paolo Giordano: Livro favorito da vida ♥

10 - Tá chorando sem motivo por que?
 Pera aí que eu vou te dar motivo para chorar! Um personagem chorão, que te fez raiva.



Conselho de Amiga, da Siobhan Vivian: Não gostei muito desse livro, o li rapidinho até, no entanto, não vi nada de extraordinário nesse enredo e a personagem Ruby vivia chorando porque o pai havia deixado a mãe e quando ele aparece ela não quer nem saber dele... e chora!

 11- Come só mais um pouquinho!
Um livro que fez você dizer: Vou ler só mais um pouquinho.



Mulherzinhas, da Louisa May Alcott: É um livro bem fofinho e nostálgico. O livro vai contar a história de quatro irmãs, que terão de passar o período de guerra sem a presença do pai que foi convocado a lutar. Com a ajuda da mãe as garotinhas vão aprender várias lições que as ajudaram a tornarem-se boas mulheres. É um amorzinho.

 12- Quantas vezes vou ter que repetir?
 Um livro que você teve ou terá que reler para entender melhor.



O Velho e o Mar, de Ernest Hemingway: Não lembro quase nada desse livro, a não ser o desejo do Velho em querer pegar um grande peixe. Preciso reler já.

13- Não fez mais que sua obrigação! Um livro que você leu por "obrigação"




As Mentiras Quer os Homens Contam, de Luis Fernando Verissimo: Não foi bem uma "obrigação", até porque gosto um pouco das crônicas do autor e já havia lido várias outras coisas dele, mas esse eu tive que ler para a universidade, então, tá'i.


14 - Coração de mãe sempre cabe mais um! Os três próximos livros que você está louco para comprar. 




15 Isso, quebra mesmo. Não foi você quem pagou!
 Um livro que você emprestou e voltou irreconhecível.



Eles Eram Muitos Cavalos, de Luiz Ruffato: Emprestei e voltou com o plástico que envolve o livro todo descascando, mas nada que fere o conteúdo da obra. Inda bem ♥



Antes de finalizar, gostaria indicar os seguintes blogs para responder a TAG:

É isso pessoal, espero que tenham gostado das minhas escolhas e se tiverem alguma dúvida ou quiserem conversar, basta deixar o seu comentário ♥
2

Conheça: Lançamentos de Maio - Editora Intrínseca


x x x 

Lugares escuros - Gillian Flynn
Aos sete anos, Libby Day sobreviveu ao terrível assassinato de sua família e testemunhou contra o irmão, que acabou condenado à prisão perpétua. Vinte e quatro anos depois, a ambígua personagem de Gillian Flynn, autora de Garota exemplar, é procurada por um grupo de pessoas obcecadas pelo crime e começa a investigar o passado. [Leia +]












Navegue a lágrima - Leticia Wierzchowski 
Uma casa de praia, num idílico balneário no Uruguai, é o cenário de duas histórias de amor e perdas, separadas no tempo. Ao entrelaçar as lembranças da editora Heloísa à trajetória dos antigos moradores da casa, Leticia Wierzchowski expõe o inexorável desgaste realizado pela passagem do tempo até nas relações mais sólidas. [Leia +]












Sal, açúcar, gordura: Como a indústria alimentícia nos fisgou - Michael Moss
Neste livro-reportagem, o jornalista vencedor do Pulitzer Michael Moss mostra como os alimentos nas prateleiras dos supermercados são cuidadosamente projetados pela indústria alimentícia para nos viciar, fazendo uso de estratégias levam ao aumento alarmante de casos de obesidade, hipertensão e diabetes. A obra cita casos de algumas das empresas e marcas mais conhecidas do planeta — incluindo Coca-Cola, Kellogg, Nestlé e Oreo. [Leia +]









Gelo negro - Becca Fitzpatrick
Britt se preparou meses para subir a Cordilheira Teton, um lugar cercado por natureza e cheio de mistérios. Antes mesmo de chegar à cabana nas montanhas, ela e sua amiga, Korbie, enfrentam uma nevasca e são obrigadas a abandonar o carro e procurar ajuda. As duas acabam sendo acolhidas por dois homens atraentes. Será que elas estão em segurança? [Leia +]











Nós - David Nicholls 
Douglas é um bioquímico de 54 anos, casado com Connie e pai de Albie, um jovem que acabou de entrar para a faculdade. Em uma noite, ele é acordado pela esposa, que decide pedir o divórcio. Porém, eles estão prestes a embarcar em uma viagem em família pela Europa. Do mesmo autor de Um dia, Nós traz uma irresistível reflexão sobre relacionamentos. [Leia +]










Nêmesis: Onassis, Jackie O e o triângulo amoroso que derrubou os Kennedy - Peter Evans
O aclamado escritor e jornalista investigativo Peter Evans revela detalhes sobre um dos triângulos amorosos mais polêmicos da história: Jackie O, Aristóteles Onassis e Bobby Kennedy. Em Nêmesis, Evans descortina a rede de subornos, encontros sexuais, mentiras e traições que teriam culminado na morte de Robert Kennedy. [Leia +]









Cidades de papel, de John Green 
Edição especial com capa inspirada no filme protagonizado por Cara Delevingne e Nat Wolff. No livro, Quentin Jacobsen tem uma paixão platônica pela vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman. Até que, certo dia, ela invade o quarto dele pela janela, convocando-o a fazer parte de um plano de vingança. E ele, é claro, aceita. [Leia +]










Confira o trailer:




Para todos os garotos que já amei - Jenny Han
Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. São confissões sinceras, sem joguinhos ou fingimentos. Até que, um dia, elas são misteriosamente enviadas aos destinatários e, de repente, a vida amorosa de Lara Jean se transforma. [Leia +]













O livro sem figuras - B.J. Novak 
Combinando simplicidade e criatividade de forma engenhosa, O livro sem figuras inspira risadas toda vez que é aberto, criando uma experiência de diversão e interação entre adultos e crianças e apresentando aos pequenos leitores a poderosa ideia de que a palavra escrita pode ser uma fonte infinita de alegria e travessuras. [Leia +]








Confira o trailer:





O constante correr das horas - Justin Go 
Das bibliotecas de Londres aos fiordes da Islândia, passando pelos campos de batalha da Primeira Guerra Mundial e pelas expedições pioneiras ao monte Everest, O constante correr das horas é uma narrativa apaixonante — e grandiosa — que alterna passado e presente com fluidez para falar de um amor que transcende o tempo. [Leia +]












Ache Momo de costa a costa - Andrew Knapp 
Momo, o border collie que adora se esconder e estrela de Ache Momo, fez uma viagem com seu melhor amigo, o designer e fotógrafo Andrew Knapp, cruzando os Estados Unidos e o Canadá. O resultado é um livro com mais de 100 imagens inéditas. Procure Momo em frente à Casa Branca, nas ruas de São Francisco, em Nova York e em outras paisagens norte-americanas. [Leia +]







Confira o trailer:


Até logo,
Sérgio H.


15

Resenha #71: Ordem - Hugh Howey

Lido em: Abril de 2015
Título: Ordem
Autor: Hugh Howey
Editora: Intrínseca
Gênero: Distopia / Ficção Científica
Ano: 2015
Páginas: 512


Adicione esse livro ao Skoob

Avaliação:    



Resenha:

ATENÇÃO: ESSA RESENHA PODE CONTER SPOILER

No segundo volume da "Trilogia Silo", Ordem, conhecemos Donald, o mais novo deputado eleito do estado da Geórgia (no ano de 2049). Deixando para trás sua formação de arquiteto e com muita vontade de revolucionar o legislativo norte-americano, Donald encontra-se ansioso e inspirado para exercer sua nova profissão. Isso até o momento em que o Senador Thurman o chama para uma reunião secreta e o pede para que ele coordene a construção de um prédio subterrâneo, em formato cilíndrico. Inicialmente, alega ser uma construção de segurança para os trabalhadores que exercerão atividades remuneradas ali próximo, em uma instituição que lidará com combustível nuclear.

Esse "prédio" deveria ser capaz de garantir a existência de, no mínimo, dez mil pessoas por um período indeterminado, para o caso de, por algum motivo, haver uma catástrofe na superfície. Sendo assim, fazendas hidropônicas são inseridas na arquitetura da construção, bem como andares de suprimentos, da tecnologia, da parte mecânica, dos apartamentos... e, então, está feito. Não somente um Silo é construído, mas cinquenta deles, um para cada estado dos Estados Unidos. É nesse clima de construção e segundas intenções que Hugh Howey nos mostra a transformação radical da sociedade que conhecemos. Nos mostra como o mundo acabou.

"Misture verdades e mentiras e você não será capaz diferenciá-las."


O livro, dividido em três partes de épocas distintas, traz ao leitor cerca de trezentos anos de história. Hugh Howey consegue nos explicar claramente a estratégia utilizada para "aprisionar" as pessoas nos silos, nos mostrando tudo o que ocorreu. Para não estragar a leitura que, porventura, vocês venham a fazer, não explicarei o motivo do enclausuramento, mas afirmo que o autor conseguiu ser original e que molda sua "teoria" através dos conhecimentos da nanotecnologia, campo de estudo da manipulação de materiais numa escala atômica ou molecular. 

Entretanto, um dos pontos negativos do enredo é justamente o grande prazo de tempo que ele aborda. O número gritante de personagens me fez ficar algumas vezes perdido. A mudança entre os capítulos também me deixou um pouco perturbado, já que é comum a mudança de ano de um personagem para outro. Entretanto, de forma geral, tudo se liga em algum ponto, dando ao enredo consistência e fluidez.

"Quando só se pode culpar Deus, nós o perdoamos. Quando se trata de outro homem, nosso irmão, nós o destruímos."


Assim como Silo, Ordem é um livro de tirar o fôlego. Nele, há milhões de reviravoltas e a todo o momento nos é mostrado algo novo. Mal temos tempo de assimilar um fato ocorrido e o autor já nos surpreende com algo. Infelizmente demorei mais do que esperava para concluir a leitura do meu exemplar (por causa da universidade), mas assim que cheguei na última página já desejei, instantaneamente, o próximo volume. O livro nos conta também um pouco mais sobre a história do personagem Solo (quem leu o primeiro volume deve se lembrar dele). Nos é narrado tudo o que aconteceu no Silo 17, desde seu primeiro sinal de colapso até a sua queda e como Solo sobreviveu a tudo isso. Outra coisa que me instigou foi o aparecimento (embora que tardio) de Juliette, ligando assim os dois volumes da trilogia.

Sinceramente, estou super ansioso para finalizar a leitura da série. Hugh Howey, como eu já esperava, surpreendeu positivamente, apesar das pequenas ressalvas que fiz acima. Se você, assim como minha pessoa, não resiste a uma boa distopia, sugiro que pare o que está fazendo e adquira já seu exemplar. Se já o tem, coloque-o na fila de leitura o mais rápido possível. Conheça um pouco mais sobre o fantástico mundo conspiratório de Ordem e seus reflexos no Silo

"Preveja o inevitável - disse ela - e com certeza um dia você vai estar certo."

Até mais,
Sérgio H.