Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
3

Resenha #70: Sangue na Lua e outros contos - Sheila Schildt

Lido em: Fevereiro de 2015
Título: Sangue na Lua e outros contos
Autora: Sheila Schildt
Editora: Alcance
Gênero: Contos
Ano: 2014
Páginas: 112


Adicione esse livro ao Skoob

Avaliação:
   






Resenha

Em Sangue na Lua, livro da autora e também blogueira brasileira Sheila Shildt, encontramos uma seleção de contos de temas variados, em um total de onze, todos escritos por ela. Como o exemplar possui um número vasto de pequenos contos, decidi que focarei naquele que dá título ao livro. 

Sangue na Lua nos conta a história de um casal apaixonado e não muito rico que vive em um pequeno vilarejo. O marido trabalha o dia inteiro fora de casa, com madeira (não nos é dito especificamente qual é sua profissão, mas tomei como sendo "carpinteiro" ou algo assim), e a sua mulher é costureira e também dona de casa. Em uma manhã como outra qualquer, a mulher sente um mau presságio e o marido, intrigado, pergunta-lhe o que está lhe ocorrendo. Como não quer transtorná-lo, ela decide mentir e diz que não é nada. Ele sai para o trabalho, mas nunca mais volta. Uma simples queda de cavalo retirou a sua vida. Transloucada com a perda repentina de seu grande amor, aos poucos ela adoece mentalmente, sendo vista por todos como louca. Já sem aguentar as dores do seu coração partido, decide procurar uma bruxa da cidade para fazer um pacto que traga seu amor de volta, seja lá por qual preço... 


O fechamento de todos os contos são surpreendentes, independente do tema que ele aborde. A maioria possui um toque sobrenatural, mas nem todos são assim. Há aqueles que falam de violência doméstica e/ou loucura mental. A autora sabe explorar as diversas diretrizes da nossa sociedade com propriedade, fazendo com que sua obra seja completa.

A escrita impecável e fluida traz ao livro uma elegância ímpar, proporcionando ao leitor a sensação de estar, literalmente, devorando as páginas, uma a uma. Devo afirmar que esse foi o único livro nacional que chamou minha atenção ao ponto de conquistar as cinco estrelas. Para aqueles que nunca tiveram a oportunidade de ler uma antologia de contos, deixo expresso: vocês precisam ler esse livro. Garanto que, de uma forma geral, vocês não se decepcionarão.

Até logo,
Sérgio H.

3 comentários:

  1. Olá Sérgio, me surpreendi com sua resenha, me passou outra ideia da obra, parabéns. Dica mais do que anotada!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  2. Fiquei muito emocionada com sua resenha. A certeza da sua imparcialidade, visto que o livro chegou em suas mãos por meios alheios a minha participação (parcerias e afins) é um dos poucos lenitivos neste mercado editorial tao difícil quanto o brasileiro, que as vezes só faz desestimular o autor iniciante.
    Quero também parabeniza-lo pelo blog e, claro, pela escrita da resenha. Uma compreensão profunda aliados a uma síntese e escrita impecáveis.
    muito obrigada pela resenha e pelo reconhecimento. Forte abraço

    ResponderExcluir
  3. Olá Sérgio, também gostei muito da seu resenha. Acredito que de forma sintética você conseguiu passar o que é o espirito do livro assim como também deixar bem claro porque vale a pena ter esse exemplar em mãos. Li já duas vezes e posso dizer também que vale a muito a pena justamente por ser algo diferente do tradicional terror o qual estamos acostumados em filmes, séries, HQs e até mesmo livros. O terror do livro é na verdade o terror que o próprio ser humano é capaz de produzir a si mesmo tanto em sua vida como na dos outros também.

    Bom, encerro aqui meu comentário te parabenizando mais uma vez pela escrita desta resenha e fazendo convite para ouvir o podcast que gravei, o Leituracast 13, sobre o livro. Aguardo sua visita e comentário por lá. Até mais.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!