Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
18

Resenha #63: Selva de Gafanhotos - Andrew Smith

Lido em: Fevereiro de 2015
Título: Selva de Gafanhotos
Autor: Andrew Smith
Editora: Intrínseca
Gênero: YA / Ficção Científica
Ano: 2015
Páginas: 352


Adicione esse livro ao Skoob

Avaliação:    





Resenha:

Austin é um garoto descendente de poloneses que vive na cidade fictícia de Ealing, no estado de Iowa. Lá, leva sua vida adolescente de forma relativamente "normal". Entretanto, ele e seu melhor amigo Robby acabam se metendo em uma enorme confusão. Enquanto Shannon (namorada de Austin) está no carro dormindo, os dois garotos decidem ir ao teto do prédio do shopping da cidade para pegar alguns itens pessoais que foram jogados lá em cima. Mesmo já os tendo achado, decidem fazer algo ainda mais perigoso: invadir a loja onde Austin trabalha para bisbilhotar a sala de seu chefe (e sogro).

Lá, encontram coisas de arrepiar. São globos com partes de corpos, embriões, além de um que parece ter uma massa preta, gosmenta e fotoluminescente em seu interior. Assustados, decidem dar o fora dali, mas presenciam o momento exato em que um ladrão decide levar o globo luminoso consigo e o deixa cair no chão. O conteúdo entra em contato com o sangue humano e é nesse exato segundo que começa o fim do mundo.  


Logo no início do livro percebemos a batalha interna que acontece em Austin. Mesmo sendo um adolescente como outro qualquer, ele ainda não possui sua sexualidade formada. Essa luta perdura até o final do livro, o que achei desnecessário, já que odeio "triângulos amorosos". Em contrapartida, expresso que foi muito boa a abordagem da descoberta sexual mostrada pelo Andrew Smith, já que todos nós passamos por essa fase, quer sejamos hétero ou homossexuais. 

O enredo se torna cansativo em algumas partes, já que o protagonista é uma pessoa muito perfeccionista, querendo nos passar a história da forma mais verídica possível. Por esse motivo, milhares de informações (sim, sou hiperbólico) são jogadas em nossas mentes de maneira assustadora, o que torna tudo um pouco mais complicado de assimilar. Para piorar a situação, alguns fatos são "reprisados" diversas vezes no enredo, produzindo um efeito de repetição desgastante.

Embora seja considerado um YA (Young Adult), o autor nos trás elementos claros de uma ficção científica. O mais visível, certamente, é a presença iminente do fim do mundo. Achei inovadora a ideia de um novo ponto de vista para a extinção da espécie humana. Sempre lemos livros que falam sobre um vírus (zumbis), invasão alienígena ou até mesmo um cataclismo de magnitude mundial, mas o autor conseguiu fugir do clichê e nos traz algo que, embora seja inusitado, é altamente palpável.


O final — que não possui nada estrambólico — passa ao leitor a real sensação de "fim de obra", mas deixa um leve gostinho de quero mais. Caso o autor tenha uma vontade futura de dar continuidade ao tema/ideia, há brechas para que ele retome do final desse livro.

Com uma escrita fluente e um enredo nada convencional, Andrew Smith nos trás uma história nunca antes imaginada. Amizade, amor, sexualidade e tudo aquilo que permeia a adolescência se mistura nesse eletrizante livro, com um adicional, é claro, de gafanhotos gigantes, um bunker subterrâneo surpreendente, um cientista louco e muita confusão! Quer uma dica? Corra agora para a livraria mais próxima e compre o seu exemplar!


Até mais,
Sérgio H.



18 comentários:

  1. Adorei essa resenha, nunca ouvi falar desse livro mas lendo essa resenha deu vontade de ler , gosto dessas histórias de fim de mundo e tudo mais e sua crítica foi ótima, gostei bastante.
    Se puder dar uma olhada no meu blog me deixaria bem feliz, obrigada , beijo
    http://thedreamofwanderlust.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  2. Apesar de não gostar muito de livros que abordam o fim do mundo/fim da humanidade, fiquei com bastante curiosidade. Parece ser um pouco diferente das obras desse gênero que encontramos por ai. Ótima resenha. :p
    http://moradaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Bem interessante a sinopse do livro, gostei muito do blog também. Parabéns e Sucesso!!

    Te convido a visitar meu blog cultcuriosidades.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. A sinopse é muito foda!
    Ai agora sim me animei

    Abraço
    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oiie
    Vi esse livro por ai, mas confesso que pensei q fosse algo completamente diferente.
    Lendo sua resenha, eu jamais imaginaria q é considerado um livro New Adults!
    Não faz muito meu tipo de leitura, ainda mais vc dizendo q as vezes é um pouco cansativo.

    Mas vamos ver se no futuro eu não pego pra ler.

    Bjinhos
    Pam
    Meus Livros Preciosos

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto de histórias que abordam o fim da humanidade, quer seja com vírus, com alienígenas. Gosto mesmo, mas não sei o que pensar desse livro. Acho que vou levar mais um tempo refletindo sobre.Talvez seja a capa que não me chamou muito a atenção rsrsrs.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Sérgio achei bem interessante o autor trazer uma ideia inovadora para a extinção humana, entretanto, detesto quando o autor é repetitivo, a leitura fica muito cansativa.
    Beijos
    Porão da Liesel
    Fan page

    ResponderExcluir
  8. Olá.. tudo bem???
    Eu gosto dessas coisas de fim de mundo sabe... porque infelizmente a nossa humanindade está seguindo esse rumo... e me dá até mesmo de pensar em como pode terminar rs.... são tantos exemplos que vemos por ai.... de obras distópicas e ficção... eu terminei gostando muito desses temas, porém esse livro em si não me chamou atenção. não me senti curiosa pelo enredo e ainda teve as ressalvas... não pretendo ler um livro que poderei pensar em desistir.... Xero!

    ResponderExcluir
  9. Oi Sérgio, adorei a resenha, foi a primeira que li sobre esse livro até agora. Embora você tenha falado das repetições desnecessárias, parece uma obra interessante. Irei ler se tiver oportunidade.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Sérgio, tudo bem?

    Na turnê da intrínseca, o pessoal da editora falou desse livro e uma leve faísca me interessou. Lendo sua resenha, que é a primeira que leio do livro, fiquei mais interessada. Apesar do triângulo amoroso e a questão do enredo, ainda fiquei curiosa a respeito da obra e acho que leria sim.

    Beijos
    Leitora sempre

    ResponderExcluir
  11. Eita! Que mudança radical, quase uma ficção cientifica mesmo, e vinda de John Green.
    Não acho que faz muito a minha linha. Então vou passar essa...rs

    Café com Letras

    ResponderExcluir
  12. Oi, Sérgio! Eu achei a sinopse muito louca quando li pela primeira vez. Agora, lendo sua resenha, percebo que a história é realmente doida. Achei muita informação pra um livro só, muitos temas sendo abordados ao mesmo tempo, e quando é assim duvido que fique legal (aquela história de não conseguir ser bom em tudo). Não tenho interesse, mas não descarto totalmente.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  13. Não gostei do protagonista ser tão perfeccionista e o livro se tornar cansativo em algumas partes, realmente me assusta milhares de informações serem jogadas no leitor. Fora que achei uma mistura muito louca a que tem nesse livro, apesar de você ter dito pra correr pra livraria, no momento não pretendo ler.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  14. Oi, Sérgio!
    Quando li a sinopse desse livro, achei muitaaaa viagem! Sério, na hora eu ri.
    E agora após ler a sua resenha, não sei o que pensar, pois você só confirmou que a história é bem louca mesmo. Não sei se leio ou se fico com medo dessa leitura. rsrsrs Vou pensar!

    Beijinhos
    Jaque - Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
  15. Olá Sérgio!
    Adorei a resenha, sou um grande fã de ficção científica e fico imaginando qual foi a maneira que o autor utilizou para fugir dos clichés. Uma leitura que promete bastante, apesar do triângulo amoroso que também me incomoda.
    Abraços

    www.estantejovem.com.br

    ResponderExcluir
  16. Quando apresentaram esse livro na turnê intrínseca, minha primeira reação foi: WTF ?? Não entendi nada, e sinceramente a dúvida ainda perdura na minha cabecinha hahaha. Mas adorei sua resenha, me ajudou muito a entender o centro do enredo e me deixou mais curiosa ainda pra conferir esse lançamento ! Mal posso esperar pra tê-lo em minhas mãos.

    Beijos,
    Bia

    www.nasuaestanteblog.blogspot.com | @NaSuaEstante_

    ResponderExcluir
  17. Eu acho que deve ser interessante como o autor aborda esse triângulo amoroso. A questão de fim do mundo já é algo cansativo e duvido que alguém consiga oferecer algo realmente original.
    http://filosofodoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. O livro se trata de sexo. (Ponto)

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!