Nos siga no Instagram! TOP 5: coisas para se fazer em um dia de tédio Desventuras em Série #1: Mau Começo - Lemony Snicket Resenha #229: Era dos Extremos - Eric J. Hobsbawm
12

Resenha #48: A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista - Jennifer E. Smith

Lido em: Novembro de 2014
Título: A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista
Autora: Jennifer E. Smith
Editora: Galera Record
Gênero: Romance
Ano: 2013
Páginas: 224

Adicione esse livro ao Skoob

Avaliação:   




Resenha


Em 'A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista', conhecemos Hadley, uma adolescente de dezessete anos que está em um momento um tanto quanto conturbado de sua vida. Seu pai, um professor de literatura inglesa, havia há algum tempo se mudado dos Estados Unidos para a Inglaterra, para lecionar na universidade de Oxford. Entretanto, lá ele acabou conhecendo outra garota (Charlotte) e se apaixonou por ela, acarretando assim no término do relacionamento entre os pais da protagonista. 

Deixando um pouco o passado da garota e voltando ao presente, Hadley encontra-se em um dilema: ir ou não ir ao segundo casamento de seu pai em Londres? Mesmo à contragosto, a garota acaba indo, mas por QUATRO minutos perde o avião. Após algumas conversas com a companhia aérea, acaba conseguindo um voo três horas mais tarde. Antes de embarcar, ainda mesmo no saguão, Hadley acaba conhecendo Oliver, um jovem inglês descontraído e um tanto quanto nerd, mas que nunca perde a pose e formosura. 

Os dois logo se identificam e ficam andando pelo aeroporto juntos (e, por coincidência, se sentam na mesma fileira do avião). Durante a viagem de cerca de sete horas dos EUA à Londres, ambos se conhecem mais e acabam se gostando, um sentimento muito maior que o da amizade. Porém, ao chegarem na alfândega, o 'casal' acaba se separando e não conseguem mais se achar pelo aeroporto! Vale salientar que toda a obra acontece em cerca de vinte e quatro horas. A partir daí, o enredo desenrola.


Como vocês devem saber, não sou do tipo que costuma ler romances, mas devo admitir que me surpreendi positivamente com a obra. Comecei a leitura sem muitas expectativas e tive uma excelente surpresa. A forma de escrita da autora é fluida, nos proporcionando uma leitura rápida e simples. Mesmo sendo um livro que fica na superfície, sem muito aprofundamento, consegue tratar de temas super atuais e até mesmo polêmicos, como 'casamento', 'divórcio', 'relações familiares' e 'morte' de uma maneira leve e sutil. 

Os personagens, em sua maioria, são parcialmente bem estruturados e sempre com tiradas sarcásticas ou frases que nos arrancam sorriso durante a leitura. Oliver é o maior exemplo disso. Mesmo com toda a sua história (que só descobrimos lá pela metade da obra), o personagem demonstra-se sempre uma pessoa alegre e confiante. 

O romance Young Adult, diferente de tudo que eu já tenha lido, apresenta uma pegada geek/nerd que me cativou de forma singular. Com sua fofura e maestria, Jennifer E. Smith nos concede um ótimo livro para curar ressaca literária. 


Embora o livro possua um final previsível e até clichê, a autora consegue acrescentar diversas reviravoltas ao enredo, fazendo com que ele fiquei mais dinâmico e gostoso de ser lido. As páginas correm de maneira rápida e constante: torna-se quase impossível largar o exemplar.

Enfim, indico o livro aos amantes de um romance leve e àqueles que querem fugir um pouco de sua zona de conforto. Aos que estão em uma ressaca literária, aceite a dica: A Probabilidade do Amor à Primeira Vista pode ser a cura.


Até logo!
Sérgio H.


12 comentários:

  1. Eu preciso curar minha ressaca haha o titulo desse livro é muito legal kkk

    http://criativare-leitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ooooooi,

    Eu tenho esse livro em ebook mas ainda não li. Não sabia que ele se passava em 24hrs. Nossa, gostei de saber que a autora te surpreendeu positivamente!!
    Fiquei feliz em saber da leveza abordada nos temas e confesso que sou apaixonada por clichês, gostei bastante!
    Vou ler o quanto antes!


    Beijinhos.
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  3. Iai Sérgio, beleza?

    Também não sou muito de romances, mas assim como você, me surpreendi com o livro. O que eu mais gostei foi de tudo o que a autora fez com a relação da protagonista com seus familiares. Achei muito bonito. Abraços!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Hey!
    Ahh, eu amo tudo nesse livro <3
    A capa, o título, o Oliver... hahah'
    Ele é realmente um livro que surpreende e nos oferece uma leitura muito gostosa <3
    Apaixonante!
    Adorei sua resenha sobre ele :D

    Beijos!
    http://heartbreaker-girls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Sérgio!!!

    Eu adorei o livro justamente por isso: é tão simples e ao mesmo tempo encantador! Eu li ele em apenas um dia! Quero muito ler o outro livro dela Ser Feliz é Assim (se não me engano é assim o título)

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  6. Ei Sergio

    Ahh, concordo com o Victor ai acima. Foi essa simplicidade que me fez apaixonar pela obra <3 Hadley e Oliver são uns fofos. Fiquei encantado com a singela escrita da Jennifer, e assumo que o título ja me dava mais vontade ainda de conhecer.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  7. Sergio parabéns pela resenha ficou ótima. Também já li esse livro e adorei. Fiquei fascinada pela capa. Depois passa lá no meu blog e lê minha opinião sobre esse livro, eu li em e-book, mas amei!!!

    P.s. As fotos ficaram lindas!!!!!

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bom?!

    Parabéns pela resenha, ficou demais. Esse livro me marcou muito quando li esse ano, foi lido no momento certo, sabe? Então sou suspeita a falar dele, dei cinco estrelas e marquei como favorito. HAHAHAHAHAHA Adorei as suas fotos *-*

    Beijos, Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Ao contrário de você, comecei a ler com muita expectativa e acabei me frustrando um pouco... esperava bem mais. Vale a leitura como um livro despretensioso, mas não esperava que a história ficasse tanto na superfície. Que bom que gostou da leitura.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  10. Eu acho essa capa muito linda :3 E gostei dela conseguir escrever o livro como uma história de 24hrs. De vez em quando nós precisamos de um livro leve para ler. E sobre o livro ficar na superfície se deve por ele se passar em pouco tempo ^.^

    bjs

    www.horadaleitur.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. OI, Sérgio
    Tenho muita vontade de ler este livro por dois motivos: a leveza com que os fatos são tratados e narrados em apenas 24 horas. Acredito que por este motivo não há o aprofundamento de um romance maior. Gosto dessa dinamicidade e dessa leitura descompromissada como forma de diversão. Acho bacana saber que a leitura é gostosa.
    Fiquei mais interessado ;)

    Abraço
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. E aí que eu já tinha esquecido o quanto queria ler esse livro, mas você veio e me atiçou de novo. Seu chato! rsrsrs
    Como eu sou fã de romances açucarados e com finais clichê, essa é uma ótima pedida pra mim. O enredo é típico de filme de sessão da tarde, adoro! Por tudo que vc disse, é mesmo uma boa ajuda pra curar ressaca.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir

Obrigado pelo seu comentário!